Com nomes provocativos de sabores no cardápio, como Paunomito e Passaralho, uma pizzaria de João Pessoa passou de sucesso paraibano a alvo do Ministério Público Federal (MPF). Isso porque a Autênticoa fez uma ação para incentivar os jovens a tirar o título do eleitor, mas foi antecipada a favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e contra o presidente Jair Bolsonaro (PL).

UMA como o título divulgado nas redes sociais ensinava tirar o eleitor pela primeira vez e oferecia uma pizza em troca da apresentação do documento. Na legenda, eles citam o presidente. “Ah, e é sempre bom lembrar: não adianta só tirar o título, tem que votar #forabolsonaro.”

0

“Quando nós somos isso, não houve reações dos bolsonaristas. Era uma ação para os jovens devotos. Em nenhum momento, ninguém comentou que era campanha eleitoral antecipada”, contorno o dono da empresa, Thiago Ferreira, ao Congresso em Foco. Na entrevista, ele também revelou que o estabelecimento já recebeu críticas de apoiadores de Jair Bolsonaro em outras ocasiões.

Uma delas foi o lançamento do sabor Paunomito (R$ 43), que faz referência ao apelido do político e ao ingrediente principal da receita, o palmito. “No início, isolados, mas conseguimos observar as ações organizadas e os casos de extrema direita para nos intimidar. Houve quem ligasse para nossa pizzaria ameaçando se a gente não retirasse o conteúdo”, afirmou.

Sucesso e desconto

A pizzaria foi parar em um tuíte que viralizou neste sábado (28/5), e aproveitou o momento para conquistar os clientes com um desconto de 15% na “Paunomito”, feito com molho de tomate, muçarela artesanal, palmito, tomate cereja, cebola roxa, alho-poró e parmesão. O sucesso foi tanto que as pizzas da loja acabaram por volta das 20h. Embora o preparo tenha ganho como redes sociais apenas agora, ela faz parte do menu da casa desde junho de 2021.