Justiça do Trabalho concede liminar e suspende demissões da Caoa Chery em Jacareí

0
13

A Justiça do Trabalho concedeu liminar, na tarde de sexta-feira, 27, suspendendo como 446 demissões de funcionários executadas pela Caoa Chery em sua fábrica de Jacareí (SP). A informação foi divulgada neste sábado pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região, que entrou com o pedido de liminar. Procurada, a empresa disse que não vai comentar o assunto.

Segundo o sindicato, a decisão é do juiz Lucas Cilli Horta, da 2ª Vara do Trabalho de Jacareí. Na liminar, ele considera que as coletivas devem ter uma negociação prévia, considerando o impacto social que causam.

As de e a reunião de trabalho da empresa organizada na quarta-feira (2) após a reunião não fechada em acordo em conciliação no Ministério Público (MPT) local. Nova audiência está marcada para quarta-feira (1º), às 14h.

A empresa pacote de pagamento extra de até 1-off (suspensão de planos de contratos).

A fábrica será preparada para produzir carros elétricos

A Caoa Chery decidiu fechar sua fábrica até 2025, período em que pretende preparar as instalações para produzir apenas veículos elétricos e híbridos. Ontem, a montadora lançou a campanha nas mídias informando que todos os modelos serão produtos elétricos23 até o final de referência a produtos importados.

De acordo com o sindicato, se não cumprir a liminar a montadora poderá ser multa diária de R$ 50 mil. A entidade afirma ter apurado que a empresa comunicado de demissão para 580 trabalhadores, mas a Caoa Chery informa que realizou 446 cortes.

O sindicato também cobrou dos governos federal, estadual e municipal medidas para barrar o fechamento da fábrica. Na terçafeira (31), uma empresa estadual de reunião, convocada pela Secretaria e uma empresa de desenvolvimento Jacareí próxima. O encontro será no Palácio dos Bandeirantes, às 14h30.



LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here