como Ancelotti garantiu outra taça

0
15

O Real Madrid a Taça da Liga dos Campeões, neste sábado (28/5), após vencer o Liverpool. Um dos grandes responsáveis ​​pela conquista é o técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti.

O comandante, que entrou no clube para substituir, Zinedine Zidane vinha de ruínas sobre seu trabalho e questionamentos se ele ainda conseguiria permanecer na elite do futebol. Agora, quase um ano mais tarde, além da liga continentalo italiano também garantido o título do Campeonato Espanhol.

Com o feito, Ancelotti é recordista em único final e em título, sendo o conquistar quatro taças, duas pelo Milan e duas pelo time merengue. O treinador ultrapassado pelo Liverpool, três vezes à frente de Zidane, pelo Real, três vezes à frente, três vezes, pelo Liverpool, três vezes, pelo Real, três vezes.

Além disso, Carlo também é o primeiro técnico a vencer as cinco principais ligas europeias: alemã, italiana, inglesa, espanhola e espanhola.

Passagens conturbadas

No Bayern, ao substituir Pep Guardiola em 2016, chegou exaltado, mas fez uma campanha irregular que conseguiu terminar com o título, ao lado de muitos questionamentos. Quando ao, Ancelotti ainda afirmou que não chegou uma revolução e que o tempo não chegou ao clube.

Entretanto, a relação conturbada com os craques do Bayern e a inconsistência no desempenho foram responsáveis ​​por encerrar o contrato com Carlos pouco mais de um ano depois da sua contratação.

Depois disso, Ancelotti passou pelo Napoli entre julho de 2018 e dezembro de 2019 e deixou o clube em crise entre presidente, técnico e jogadores – que dura até hoje. O técnico repetiu uma estratégia sem inovação com o tempo que acabou abalando o comando do comandante.

O Everton veio como um respiro para o caos. De 2019 a 2021, o treinador não teve nenhum grande destaque, mas foi bastante elogiado pela atuação. Lidando bem com os bastidores, parecia que o dom do italiano estava firmado em trabalhar com clubes medianos em ligas.

O retorno ao real

O único clube pelo qual comandou mais de uma vez, Carlo Ancelotti usou sua simplicidade para trazer uma valorização individual que o time merengue precisava. Sem apresentar um futebol defensivo e com uma estrutura de ataque simples, o Real mostrou boa capacidade em momentos importantes durante a temporada.

O arroz com feijão do técnico foi o que trouxe o tempo tão longo. Além disso, o treinador acredita que as partidas são decididas nos últimos 10 segundos. Sendo funcional, como vitórias não precisam vir com grandes emoções, mas fornecem o resultado desejado de acordo com um trabalho que acredita.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesesportes

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here