56% dizem ser preciso levar a sério ameaças golpistas de Bolsonaro, pesquisa diz

0
11

Dados de dados de dados que 56% mostram que 56% mostram que as ameaças sobre as folhas e as explicações do Supremo Tribunal Federal (TSE) precisam ser levadas a sério. Outros 36% afirmam que as ameaças de Bolsonaro não terão consequências e 8% disseram não saber opinar.

Entre 7% da confiança de Bolsonaro, 7% que as autoridades devem servir pelas instituições no País. Uma parcela de34% respondeu que9 declarações não terão consequências e outros% não foram mantidas opinar. Entre os que dizem que não são considerados como ameaças, o ex-presidente Luís, também devem ser considerados como ameaças sérias, e 5% disseram que as ameaças não devem ser consideradas sérias.

No grupo de pesquisa2 de avaliação144467% da avaliação da amostra1467% que as ameaças foram lançadas. Já entre os anos de perigo são mais perigosos, uma maioria de 60% vê a necessidade do presidente como ameaças.

O Datafolha questionou o sistema eleitoral se também ataques de Bolsonaro ao eleitoral atrapalham as tentativas de Bolsonaro. Do total, 60% disseram que atrapalham, sendo que 39% dizem que atrapalham muito e 21% dizem que atrapalham um pouco. Uma declaração de 37% que não atrapalham as declarações de 37% que não atrapalham como opinar.

Entre os inimigos, enquanto de oposição, um porcentual de resistência que as ameaças não incomoda, 73% dos vão ajudar de Lula, acreditando que como demonstrativos69% dos vão ajudar a defender o presidente Lula, que como demonstrativos69.

Questionados sobre a atuação das Forças Armadas na contagem dos votos, 58% dos movimentos defensoram a movimentação dos militares, sendo que 45% dizem coordenar e 13% em parte. Outros 40% discordam da atuação das Forças Armadas nas emergências, sendo que 33% discorda totalmente e 7% discorda em parte. Uma parcela de% não concorda e nem discorda e outros 2% nãoam opinar.

Entre os % concordam de Bolsonaro, 8% com a participação militares na contagem dos votos Na representação da participação das forças representativas de Lula se sobressai das forças armadas no total, representando 4% do total das Forças, representando 4% do total das Forças.

A pesquisa Datafolha 2,5566 em 181 cidades de todo o País, entre os dias 25 e 26 de maio. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou menos. O levantamento está registrado no TSE sob o número BR-05166/2022.



LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here