A Logitech anunciou nesta terça-feira (24), o teclado mecânico em sua linha mais o lançamento do primeiro MX para o público profissional: Mechanical. O produto mistura funções gamer com detalhes mais minimalistas da família de produtos MX, que também recebe uma pequena atualização com o mouse Master 3S.

pelo teclado, o MX Mechanical (junto de sua versão Mini) é o primeiro representante da linha MX que não tem um perfil de teclas mais baixo. A grande quantidade de design esperado para o público gamer é aproveitada nos detalhes apresentados no MX Keys, enquanto a mão está na sua versão completa ou mesmo na mão que abre o número.

publicidade

Leia também

Teclado MX Mechanical e mouse MX Master 3S (Imagem: divulgação/Logitech)
Teclado MX Mechanical e mouse MX Master 3S (Imagem: divulgação/Logitech)

O MX Mechanical tem switches mais silenciosos, quando comparados aos presentes em outros modelos mecânicos da Logitech. O trabalho para uma utilização menos ruidosa está ligado ao espaço entre o sensor para identificar a utilização da tecla e do dispositivo, consideravelmente maior que o MX Keys tradicional.

Teclado da Logitech tem luzes, mas não RGB

Teclado MX Mechanical e mouse MX Master 3S (Imagem: divulgação/Logitech)
Teclado MX Mechanical e mouse MX Master 3S (Imagem: divulgação/Logitech)

Uma combinação perfeita entre o público gamer e o profissional está na iluminação do MX Keys, que segue exatamente a mesma luz branca do MX Keys, mas por aqui ela novo teclado permite para efeitos, como as mudanças projetadas em uma espécie de onda, ou então reagirem ao toque – nada de RGB com cores por aqui.

A ativação pode ser ativada manualmente, ou então de forma automática com os sensores de sensores. O MX Mechanical pode ativar os LEDs quando o usuário estiver sozinho como e a bateria dele prometer 5 dias de uso com uma carga, ou perto de 10 meses, quando até 10 meses de luz, até 10 meses completos, também pode fornecer 10 minutos de luz. A recarga é feita por uma porta USB-C.

Mouse MX Master 3S (Imagem: divulgação/Logitech)
Mouse MX Master 3S (Imagem: divulgação/Logitech)

Já o mouse MX Master 3S entra em uma categoria inaugurada com os iPhones, onde os eventos acontecem e elas são sutis. Por aqui são basicamente, sendo a primeira na redução drástica de 90% do barulho ao clicar nos botões e na segunda resolução do sensor, pois a Logitech dobrou a contagem e passou de 4.000 para 8.000 DPI.

Mouse MX Master 3S continua confortável

O acabamento, bateria interna para 70 dias de uso, conector USB-C e presença de dois scrolls, sendo horizontal e outro vertical com o detector magnético de velocidade, continuam presentes. No MX Master 3S a Logitech sequer alterou a forma como a mão fica para uso prolongado, mantendo um mouse extremamente confortável.

Mouse MX Master 3S (Imagem: divulgação/Logitech)
Mouse MX Master 3S (Imagem: divulgação/Logitech)

Outra mudança, desta vez menos impactante, está trocando do dongle USB para computadores sem conexão Bluetooth. Agora ele utiliza a tecnologia Logi Bolt, que promete melhor estabilidade em locais mesmo com frequências de rádio congestionadas, além de criptografia na transmissão de dados entre o mouse e o outro lado, que pode ser um Windows, Mac, Linux, Chrome OS ou mesmo Android ou iPhone e iPad.

Quando e quanto?

Os dois lançamentos chegam ao varejo internacional a partir desta terça-feira. A Logitech confirmou ao Olhar Digital que a dupla será lançada no Brasil em meados de junho, ainda sem preço definido.

Nos Estados Unidos os valores indicados são estes:

  • Teclado MX Mecânico: US$ 169
  • Teclado MX Mecânico Mini: US$ 149
  • Mouse MX Master 3S: US$ 99

Já assistiu aos nossos novos vídeos no Youtube? inscreva-se no nosso canal!