veja como receber em 2022

0
29

Imagem: Brenda Rocha – Blossom / Shutterstock.com

Por ter sido suspenso no ano passado, o abono salarial PIS/Pasep referente ao ano-base 2020 foi liberado somente este ano.

Os repasses foram encerrados no dia 31 de março e contemplaram cerca de 23 milhões de trabalhadores, porém, muitos ainda não sacaram os valores. Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, os trabalhadores têm um total de R$ 438 milhões para serem sacados.

É que você provavelmente também gosta:

Quando o PIS Pasep será pago a quem trabalhou em 2021?

PIS/Pas lembrados: confira como consultar e valores esquecidos do abono

Inclusivo, o prazo final para saque é até 29 de dezembro. Dessa forma, para ter acesso aos valores, é necessário se encaixar nos seguintes requisitos:

  • Ter trabalhado durante pelo menos 30 dias em 2020;
  • Estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • Estar com dados informados corretos pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/eSocial do ano-base.
  • Terá dois pacotes recebidos, em mídia mensal, até 2020 trabalhados;

Além disso, os trabalhadores que ainda não sacaram o PIS/Pasep podem consultar mais informações por meio do aplicativo da Carteira de Trabalho Digital ou pelo portal Gov.br.

Valores esquecidos do PIS/Pasep

Como acima, muitos esquecem de mencionar os valores do PIS/Pasep. Assim, cerca de 320 mil cidadãos ainda não sacaram o abono referente ao ano-base 2019. Ao todo, são R$ 208 milhões de esquecidos.

Neste sentido, o prazo para solicitação dos valores foi aberto em 31 de março e se encerra em 29 de dezembro. Lembrando que não terá o cumprimento dos prazos, que solicitará novamente em um outro período de prazos de atendimento.

Os valores esquecidos do PIS/Pasep podem ser solicitados por meio das seguintes:

  • Central Alô Trabalhador, telefone 158;
  • E-mail, pelo endereço uf@economia.gov.br, substituindo as letras ‘uf’ pela sigla do estado em que residem;
  • Aplicativo Carteira de Trabalho Digital (CTPS);
  • Portal Gov.br.

Cotas do fundo

Outra modalidade do PIS/Pasep disponível para saque no momento são as cotas do fundo, que já foram extintas, mas ainda há dinheiro liberado para retiradas.

O grupo que tem direito ainda de carteira assinada entre1970 e 198. Dessaam forma, se os beneficiários esquecerem os valores na época que haja alguma quantia no fundo.

Vale ressaltar que em caso de morte do beneficiário, seus herdeiros têm direito de resgate o dinheiro. Assim, o resgate por parte do trabalhador exige apenas a apresentação de um documento pessoal em uma agência da Caixa.

O saque pelos herdeiros, no entanto, também deve ser feito em uma agência, porém é necessário apresentar os seguintes documentos:

  • Escritura pública do inventário.
  • Certidão de óbito e declaração de dependente à morte veiculada pelo INSS;
  • Certidão de óbito e declaração ou certidão de dependente em pensão por morte;
  • Alvará judicial designando os beneficiários ao saque;

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então não siga não canal do youtube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Contração muscular e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre Bancos digital, cartões de crédito, Financeiro, fintechs e relacionado ao mundo das finanças.

Imagem: Brenda Rocha – Blossom / Shutterstock.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here