A Rússia suspenderá o fornecimento de gás natural para a Finlândia a partir das 7h de sábado (21/5). A informação foi divulgada pela Gasum, estatal que o fornecimento da substância para o território finlandês.

Em comunicado, o CEO da empresa, Mika Wiljanen, avaliou como “lamentável” a interrupção do fornecimento de gás. No entanto, disse que a organização já havia se preparado para esta possibilidade.

“Estamos preparados para o transporte de nossos clientes e, desde que ocorram para todos os próximos dias”, e para a situação de nosso gás, fornecerá gás, para os próximos dias, Mika.

0

De acordo com o comunicado, a partir de sábado, durante toda a temporada de verão, a Gasum fornecerá gás natural aos seus clientes de outras fontes por meio do gasoduto de Balticconnector.

“Os postos de abastecimento de gás da rede de gás continuarão a funcionar”, informou a empresa, em nota.

A interrupção ocorre após um Rússia requerido que países considerados “hostis” paguem pelo gás em rublos, moeda russa. A Finlândia se direciona a medida.

A associação), também Organização pelo pedido da adesão do Atlântico, também é aceito pelo grupo militar pelo pedido do Atlântico Norte (Otan). Nesta semana, Finlândia e Suécia formalizaram a solicitação de entrada no grupo. De acordo com a Rússia, a expansão do bloco militar demandará uma “reação” do Kremlin.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.