Bolsonaro pretende tratar com Musk sobre fábrica da Tesla no Brasil

0
31

[ad_1]

Além de questões relacionadas à Amazônia, o presidente Jair Bolsonaro (PL) e seus ministros pretendem tratar com Elon Musk sobre a construção no Brasil de uma fábrica da Tesla, empresa da qual o bilionário é dono.

A construção da planta é uma demanda antiga do governo brasileiro e, segundo interlocutores do presidente no Palácio do Planalto, será um dos assuntos abordados na reunião entre o empresário americano e a comitiva brasileira.

O encontro acontece na manhã desta sexta-feira (20/5), em um hotel localizado na cidade de Porto Feliz (SP). O local no interior paulista foi escolhido por ser próximo ao Centro Industrial Nuclear de Aramar e do Parque Tecnológico.

Fontes do Planalto e da área econômica do governo disseram à coluna que a sugestão a ser levada a Musk será para que a fábrica de carros elétricos da Tesla seja construída em Manaus, capital do Amazonas e lar da Zona Franca.

A pauta principal do encontro, porém, será satélites para a Amazônia. A proposta é conectar a região com um sistema que ajude no combate ao desmatamento, incêndios criminosos e na conexão de escolas, postos de saúde e aldeias indígenas em locais remotos.

Bolsonaro, por sua vez, quer aproveitar a reunião  com Musk para emplacar uma de suas bandeiras eleitorais. Segundo auxiliares, o presidente brasileiro pretende incluir na conversa com o bilionário sua pauta sobre “liberdade de expressão”.

Musk está prestes a comprar o Twitter. O empresário já sinalizou sua boa vontade com outros líderes de direita, como o ex-presidente americano Donald Trump. Ele promete liberar a rede social sem filtros que ajudam no combate a fake news.

Preocupação com sigilo

O encontro entre Bolsonaro e Musk só foi noticiado na noite de quinta-feira (19/5), quando o empresário americano já havia embarcado para o Brasil. O temor no Planalto era de que um vazamento com muita antecedência levasse o bilionário a cancelar a viagem.

Segundo fontes do governo brasileiro, Musk queria que a reunião só viesse à tona após ela ter sido realizada. Após a notícia vazar na imprensa, porém, o próprio ministro das Comunicações, Fábio Faria, que organizou o encontro, confirmou a reunião.

[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here