As três reuniões que selaram a aliança entre Lula e Kalil em Minas

0
24

[ad_1]

Anunciada na noite desta quinta-feira (19/5), a aliança entre Alexandre Kalil (PSD) e Lula (PT) para as eleições deste ano em Minas Gerais foi selada durante uma reunião à tarde entre o ex-prefeito de Belo Horizonte e o líder do PT na Câmara, Reginaldo Lopes (MG). O encontro ocorreu na capital mineira e contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa mineira, Agostinho Patrus (PSD).

Pelo acordo, Kalil será candidato ao governo do estado este ano com apoio de Lula, que ganha um palanque no segundo maior colégio eleitoral do Brasil. Para isso, o PT aceitou abrir mão da candidatura de Reginaldo ao Senado. Em troca, terá o direito de indicar o candidato a vice-governador. O candidato ao Senado da chapa será o senador Alexandre Silveira (PSD-MG), que tentará reeleição.

O PSD sugeriu que o próprio Reginaldo seja o candidato a vice na chapa de Kalil. O parlamentar, no entanto, tem dito que prefere continuar em Brasília. Já Patrus, até então cotado para ser o companheiro de chapa de Kalil, deve ser indicado para uma vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado que está aberta desde dezembro e será escolhida por votação da Assembleia mineira.

Reunião com Silveira

Antes da reunião com Kalil nesta quinta, o líder do PT na Câmara se reuniu na terça-feira (17/5) com Silveira. No dia anterior, Reginaldo havia estado em São Paulo com Lula e a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, os quais já tinham tido um encontro secreto para tratar do tema com Kalil e o presidente do PSD, Gilberto Kassab, na sexta-feira (14/5), na casa de Lula, como a coluna revelou.

[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here