Enfrentamento de momentos críticos durante a pandemia, apesar da instabilidade economia ainda preocupa grande parte das famílias do Brasil. Em suma, o poder de compra do cidadão caiu, e esse é o maior reflexo da alta inflação. Durante, o indicador oficial da alta nos preços, o Índice de Abril Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficou em 1,06%. E assim, essa é a maior duração para um mês de abril de 1996. Ou seja, em um prazo de 26 anos.

Por outro lado, no acúmulo está de 2022, a alta do IPCA em 4,29% e no de 12 meses em 12,13% – a maior parte dentre um ano de outubro de 2003. Sendo assim, confira a seguir, quais os produtos que pesam mais no bolso do brasileiro, a partir da alta da inflação.

É que você provavelmente também gosta:

desenfreada da inflação alta global

Alta da inflação: quais produtos que mais pesam no bolso do brasileiro?

De acordo com o IBGE, teve como principal responsável a alta nos preços dos preços comerciável. Os produtos subiram 3,2% entre março e abril. Logo, isso equivale a 0,25 ponto percentual no mês. Só a gasolina, teve uma alta de 2,48%.

Enquanto isso, o setor de alimentos, que subiu em março, seguindo em abril. Em especial, os que se voltam ao consumo em domicílio.

Dentre os principais aumentos, os destaques vão para a batata inglesa, com alta de 18,28%; o óleo de soja, que subiu 8,24%; o pão francês, com alta de 4,52%; como carnes, com alta de 1,02%; e o leite longa vida, que aumentou 10,31%. Além disso, o botijão de gás subiu em abril, com alta de 3,32%.

Apesar das altas, houve um grupo que auxiliou a controlar o índice da inflação em abril. Em suma, se trata do setor habitacional, o único a demonstrar uma deflação depois da queda nos preços da energia. O percentual ficou em 6,27%.

Além disso, no dia 16 de abril, ocorreu a volta da bandeira verde na conta de luz. Logo, a conta de luz não tem mais a cobrança extra bandeira de Escassez Hídrica.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então não siga não canal do youtube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Contração muscular e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre Bancos digital, cartões de crédito, Financeiro, fintechs e relacionado ao mundo das finanças.

Imagem: Lightspring / Shutterstock.com