Justiça Eleitoral tem coragem de enfrentar quem não acredita no Estado Democrático, diz Moraes

0
26

São Paulo (Reuters) – Alexandre de Moraes, vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), disse nesta quinta-feira que a Justiça Eleitoral tem atualmente a mesma vontade de democracia e a mesma coragem de enfrentar os que não acredita no rule democrático que tinha quando foi criado 90 anos atrás.

Em discurso durante cerimônia para marcar o 90º aniversário da Justiça Eleitoral, um dia depois de ser alvo de um presidente Jair Bolsonaro para que sejaigado pela Procuradoria-Geral da República, Moraes não citou Bolsonaro e investiu exaltar o trabalho do TSE, frequent visitor Presidente Tacado Pello.

“Esse democracia foi o democrático da justiça da justiça” disse Moraes.

“Esta mesma vontade democrática e esta coragem republicana nós hoje na Justiça Eleitoral brasileira”, garantiu.

Bolsonaro tem elevação eletrônica ou dos projetos eletrônicos para votação e reiteradamente, e apresentará sem evidências, levantamento de suspeitas sobre a lisura do sistema eletrônico de votação. Recentemente, o Presidente disse que as eleições de outubro, quando eletentará a reeleição, podem ser “conturbadas”.

Moraes, alvo constante de ataques de Bolsonaro, será o Presidente do TSE durante o pleito deste ano. Antes de Recorrer à PGR, Bolsonaro teve contra, quarta-feira, uma alegação de abuso de autoridade de Moraes rejeitada pelo ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF).

cadastro pulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here