Ibovespa descola do exterior e fecha em alta; dólar fecha próximo dos R$ 4,90

0
31

[ad_1]

A bolsa brasileira apagou parte das perdas da véspera e fechou em alta nesta quinta-feira (19), em um movimento descolado dos principais índices dos EUA, que caíram devido a temores relacionados à inflação, juros e recessão econômica.

Por aqui, ajudou a puxar o índice o fato de os moradores de Xangai, cidade chinesa de mais de 25 milhões de habitantes que estabeleceu restrito lockdown, terem sido liberados a sair para comprar mantimentos pela primeira vez em quase dois meses.

Tais medidas no gigante asiático ajudaram a impulsionar ações de siderúrgicas e mineradoras por aqui, caso de Vale (VALE3), com alta de mais de 3,09%, assim como Usiminas (USIM5) e Gerdau (GGBR4), com ganhos de 5,01% e 3,03%.

Para Fernando Bresciani, analista de investimentos do Andbank, a fala do ministro Paulo Guedes sobre uma surpresa positiva do PIB em 2022 também ajudou a bolsa a sustentar os ganhos da sessão de hoje.

O Ibovespa subiu 0,71%, aos 106.247 pontos, após oscilar entre 105.760 e 107.420 pontos. O volume financeiro foi de R$ 24,7 bilhões.

As ações da CSN Mineração (CMIN3) e da CSN (CSNA3) foram os destaques positivos, subindo, respectivamente, 9,07% e 7,20%, seguidas pelas ações da Inter (BIDI11), com ganhos de 5,64%.

Os papéis da CSN avançam com dados positivos da China, anúncio de recompra de ações e dividendos. Já os units do Inter se recuperaram da forte queda da sessão anterior.

As ações da Locaweb também fecharam em forte alta mediante a divulgação de que a General Atlantic atingiu a participação acionária acima de 10% da companhia.

As ações da Petz (PETZ3) e Hapvida (HAPV3) foram os destaques negativos da sessão, recuando, respectivamente, 5,20% e 4,11%, seguidas das ações do Weg (WEGE3), com perdas de 3,41%.

As ações da Petz e da Weg passaram por movimento de correção. Já os papéis da Hapvida ainda repercutem a divulgação dos resultados trimestrais, que vieram abaixo das estimativas.

O dólar voltou a cair e se aproxima do piso dos R$ 4,90, acompanhando a forte correção da moeda exterior. A moeda americana caiu 1,32%, a R$ 4,916 após oscilar entre R$ 4,880 e R$ 4,957.

No aftermarket, às 17h10, os juros futuros operam em baixa. O DIF23, -0,30 pp, a 13,29%; DIF25, -0,97 pp, a 12,24%; DIF27, -1,32 pp, a 12,00%; DIF29, -1,23 pp, a 12,07%.

Em Wall Street, as bolsas fecharam novamente em queda, com medo de que os aumentos das taxas do Fed para combater a inflação rápida levariam a economia a uma recessão.

O índice Dow Jones caiu 0,75%, aos 31.253 pontos. O S&P 500 recuou 0,59%, aos 3.900 pontos, enquanto o Nasdaq teve baixa de 0,26%, aos 11.388 pontos.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here