Financiar casa de R$ 300 mil ficou R$ 90 mil mais caro e exige renda alta

0
34

A alta dos empréstimos concedidos o financiamento da casa própria ainda mais caro. Em suma, um imóvel de R$ 300 mil, por exemplo, está R$ 90 mil mais caro em um prazo de 30 anos. E assim, a exigência de mensal também aumentou, e agora é 25% maior. Abaixo, confira os detalhes.

É que você provavelmente também gosta:

Imperdível: banco Inter leiloa imóveis que podem ser financiados em 240 concessões

Santander lança leilão de imóveis com até 65% do total do preço; veja como participar

Financiar casa de R$ 300 mil ficou R$ 90 mil mais caro e exige renda alta

De março de 2021 até agora, a Selic aumentou de 2% para 12,75% ao ano, como forma de tentar controlar a inflação. Um dos impactos dos juros, é o encarecimento dos custos de financiamentos imobiliários.

Em março de 2021, com a Selic a 2% ao ano, um imóvel de R$ 300 mil, com R$ 240 mil, custa R$ 490 mil ao final das 360 mil prestações (30 anos). Nesse caso, uma pessoa precisaria de uma renda mensal de R$ 6.532,22.

Entretanto, atualmente, os valores aumentaram bastante com a alta da Selic. O financiamento desse mesmo imóvel, nas mesmas condições, custa R$ 580 mil, bem como exige uma renda mensal de R$ 8.184,59. Ou seja, o contrato ficou R$ 90 mil mais caro e exige uma renda 25% maior do consumidor final.

Os dados supracitados empresas devem providenciar um levantamento feito pela que compara de financiamentos imobiliários, a Melhortaxa. Quem solicitou a comparação foi o UOL.

No caso de um imóvel de R$ 1 milhão, onde a pessoa financia R$ 800 mil, soma das parcelas do financiamento daria R$ 1,6 milhão, com Selic a 2% ao ano. Já com a Selic no estágio atual, o valor sobe para R$ 1,9 milhão – uma diferença de R$ 300 mil. A renda aumentou de R$ 21.579,63 para R$ 27.087,51 – um valor 25% maior.

De acordo com Paulo Chebat, CEO da Melhortaxa no Brasil, “Em meses adiantados, muito maior que conseguir a pessoa precisa ter uma renda de financiamento“. Por fim, na prática, a grande consequência, é a restrição de créditoo que faz com que alguns consumidores desistiram da compra.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então não siga não canal do youtube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Contração muscular e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre Bancos digital, cartões de crédito, Financeiro, fintechs e relacionado ao mundo das finanças.

Imagem: Andrey_Popov / Shutterstock.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here