Advogado desconhecido de Bolsonaro gera desconfiança em Brasília

0
27

[ad_1]

Responsável por assinar a recente notícia-crime apresentada por Jair Bolsonaro contra Alexandre de Moraes, o advogado Eduardo Reis Magalhães tem intrigado ministros do STF, juristas, adversários e até aliados do atual presidente da República.

O motivo para a desconfiança é o fato de o advogado ser totalmente desconhecido pela ampla maioria dos ministros do governo e STF, de lideranças governistas no Legislativo e de juristas que atuam em Brasília e no Paraná, onde Eduardo tem registro na OAB.

O advogado é ”estranho” até mesmo para juristas que atuam na defesa de Jair Bolsonaro em outros processos judiciais. “Não faço a menor ideia de quem seja”, disse à coluna um dos advogados do chefe do Palácio do do Planalto.

A mesma frase é repetida por aliados do presidente no Congresso. “Não o conheço”, admitiu à coluna o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP), que é do Paraná, estado onde, em tese, Eduardo Magalhães concentra sua atuação jurídica.

Ao longo dessa quarta-feira (18/5). adversários de Bolsonaro passaram o dia tentando levantar informações do advogado. A desconfiança é de que a notícia-crime foi elaborada por outro jurista e apenas assinada Eduardo como “laranja”.

Na agenda oficial de Bolsonaro divulgada no site do Planalto, não havia até esta quarta qualquer registro de encontro, reunião ou conversa por telefone do atual presidente com o advogado que assinou a notícia-crime contra Moraes.

O pouco que se sabe de Eduardo até agora vem dos registros da OAB do Paraná, onde ele está inscrito desde 2011. O advogado tem 35 anos e é sócio do escritório “Vicente Magalhães & Advogados”, sediado em Curitiba. Banca que sequer tem um site oficial.

[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here