Como tirar juros do cartão de crédito?

0
25

Saiba como reduzir os juros do cartão de crédito e assim evitar que sua fatura vire uma bola de neve. Veja dicas de como evitar o problema.

As taxas de juros dos cartões de crédito podem ser chamadas de maiores vilões dos consumidores. O controle financeiro é essencial para quem utiliza esta forma de pagamento, pois as consequências da inadimplência podem ser desastrosas.

Uma boa parte das famílias brasileiras está endividada e por isso pensamos em trazer um conteúdo que possa ajudar. A ideia é oferecer dicas para que os consumidores possam usar as taxas de juros do cartão. Continua uma leitura.

Limite do cartão de crédito vs limite de saque, tem diferença?

Como funcionam os juros do cartão de crédito?

O cartão de crédito pode ser considerado como um cartão de crédito. Basicamente, o consumidor um limite dentro do cartão, que pode ser usado para compras, pagamentos de contas, entre outros.

Ao usar o cartão, a instituição financeira paga o estabelecimento à vista e o cliente paga a fatura dos dados de vencimento.

juros do crédito são os cálculos da seguinte forma: um percentual determinado é aplicado sob o valor utilizado. A administradora cobra a multa diária somando ao valor já devido pelo cliente.

Vamos a um exemplo prático: o consumidor gasta R$ 1 mil na fatura, mas paga apenas R$ 500. Dessa forma, a operadora faz a cobrança em cima dos R$ 500 que não foram quitados.

É possível financiar um veículo sem entrada?

Opções para quitar ou cartão de crédito

Um dos principais problemas para quem se endivida com cartão de crédito é o rotativo. Isso acontece quando o cliente paga apenas o mínimo da fatura.

Quando o valor não é pago de forma integral, sua diferença gera cobrança de juros até que seja paga no próximo vencimento, que acontece nos 30 dias seguintes.

Uma alternativa para quitar o cartão de crédito é o parcelamento da fatura. Muitas instituições podem suportar essa opção e é algo que pode ser feito para quem está endividado.

Sem parcelamento da fatura, o cliente tem o valor total da dívida diluído em faturas. Nessa situação há cobrança de taxa de juros.

Outra opção é trocar uma dívida por outra. Nesse caso o consumidor pode calcular a garantia, consignado ou com quitar o dinheiro para usar o dinheiro para faturar. Essas duas modalidades de crédito possuem taxas menores.

O que acontece quando uma taxa Selic cai?

Dicas para se livrar dos juros do cartão de crédito

Evite a rotação

O pagamento mínimo da fatura faz com que o cliente entre automaticamente no rotativo. Considerar essa alternativa como os seguintes e isso faz com que a fatura venha com juros altíssimos

Não tenha cartões

Por mais que seja tentador é essencial não ter muitos cartões. Quanto mais crédito temos, mais chances de gastar mais do que deveríamos. Isso vale, inclusive, para cartões que não tiveram anuidade.

Compre o necessário

Procure gastar com o que você realmente está precisando, pois essa é boa de evitar juros do cartão de crédito. Compras supérfluas podem ser prazerosas, mas sem controle podem tornar uma grande dor de cabeça.

Pagamentos à vista

Sempre que possível os pagamentos à vista ou em apenas uma vez. Quanto mais parcelas, maiores podem ser os juros.

Não comprometa a renda

O fator importante não está relacionado com o outro que 30% com o pagamento da fatura do cartão. O ideal é nem chegar perto desse valor, porém, isso pode ser difícil em alguns casos.
Estipule um limite de gastos e siga esta regra todos os meses.

Como negociar uma dívida com o cartão de crédito?

As instituições financeiras possuem diversos canais de atendimento aos clientes.

Aqueles que estão devendo o cartão podem ligar diretamente para a operadora ou pedir uma renegociação através dos canais digitais.

Hoje em dia é muito comum encontrar atendimento pelo site ou aplicativo do banco. Mas lembre-se de conferir o custo total da negociação antes de aceitar uma proposta. Avalie qual a melhor alternativa para finalizar a dívida.

Você tem mais alguma dúvida sobre juros do cartão de crédito? Caso tenha, deixe aqui o seu comentário que nós lhe ajudamos.

Além disso, siga a FinanZero nas redes sociais para mais dicas e para nos acionar quando quiser: @finazero sem Instagram, /FinanZero sem Facebook e @finazero sem Twitter.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here