58% do preço-alvo do Inter (BIDI11) “evaporam” depois de resultados – Money Times

0
32

Vale comprar Banco Inter depois dos resultados? BB Investimentos continua pessimista com papel (Imagem: Facebook/Inter)

O BB Investimento derrubou o preço-alvo do Inter (BIDI11em 58%, entrega de resultados 51 para R$ 2, e rebaixou a cotação de compra para neutra, após o banco considerado fraco pela corretora.

Mesmo assim, o preço tem potencial de alta de 46%, o que, segundo o BBsignifica o “benefício da dúvida que estamos atribuindo quanto à possibilidade de lucros futuros crescentes”.

“Salientamos se tratar de um cenário de risco e lealdade”, completa.

Nesta sessão, o Inter voltou a liderar as perdas do Ibovespacom queda de 8,62%.

Segundo o analista Rafael Reis, que assina o documento, em um ambiente de crescente ceticismo com promessas de crescimento por conta da versão ao risco global, “o Inter continua sendo o Intercrescendo às despesas de rentabilidade, com as despesas pressionadas pela absorção de custos comerciais relacionados à estratégia de ganho de mercado como cashback”.

Além disso, o banco digital enfrenta os desafios para a solução dos “bancões da inadimplência – no caso do Inter majoritariamente herança à carteira de cartão de crédito.

“O descasamento do custo de captação, que cresce mais rápido do aplicativo, sequem que tornam a taxa e destaques, destaques tornando os resultados do banco, revelando todos os principais anexos à expansão dos volumes, todos os principais anexos à expansão dos clientes” , argumenta.

1º trimestre do Inter

No primeiro trimestre, o banco ganhou R$ 27,5 milhões, alta de 31,8%.

Os destaques positivos, segundo o analista, foram as receitas de serviço, que cresceram 6,9% no trimestre (apesar do período sazonalmente mais fraco) e 106,6% no ano, com expansão em todas as linhas.

A carteira de crédito ampliada também foi destaque, comemorando o crescimento de 6,8% no trimestre e 80,6% no ano.

Apesar disso, do lado negativo, Reis lembrou a inadimplência arriscada, que se elevou em 0,5 pp, para 3,3% de 2,8%, e direcionou uma extensão de despesas com provisões, que saltou 68,6% não trimestre e 157% no ano, acima do crescimento tanto da carteira quanto da intermediação financeira.

“A própria intermediação financeira, que pressionada pelo salto das operações de captação (35,7%+503% a/a) início no trimestre”, coloca.

Na visão do BBdado o contexto macro menos favorável, o Inter terá dificuldades para sustentar o otimismo um dia cativado por seu modelo de negócios junto aos investidores

“Por reconhecer o potencial no modelo inovador – mas tendo como contrapartida a falta de valor no caminho no finalmente crescimento em rentabilidade, assumiremos uma postura mais conservadora Inter“, conclui.

Receba como as newsletters do Money Times!
Cadastre-se nas nossas newsletters e estamos sempre bem informados com as notícias que enriquecem seu dia! O Money Times traz 8 curadorias que abrangem os principais temas do mercado. Faça agora seu cadastro e receber as informações diretamente no seu e-mail. É de graça!

Isenção de responsabilidade
O Tempos de dinheiro publica informativas, de caráter jornalístico. Essa não constitui uma constituição de investimento.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here