Huawei P50 Pro recebe conexão 5G com ajuda de uma capinha

0
43

O Huawei P50 Pro é um dos smartphones mais potentes do mundo, mas ele não tem um recurso comum em celulares topo de linha: 5G. O problema envolve uma situação delicada da empresa chinesa com o ocidente, mas a solução para os usuários que usam as redes mais velozes apareceu em uma capinha com um espaço virtual para um eSim.

Desde que o governo americano de Donald Trump, baseado em empresas americanas, não use algumas empresas ou empresas. A Huawei foi uma das que mais arquivadas, mesmo encerrando sua expansão da divisão de celulares que estava nascendo no Brasil. Os componentes de conexão para 5G também foram afetados, ao ponto do P5 Pro não ter esse tipo de acesso.

publicidade

Leia também

Capa com 5G para o Huawei P50 Pro (Imagem: divulgação/Soyealink)
Capa com 5G para o Huawei P50 Pro (Imagem: divulgação/Soyealink)

Uma solução para permitir que seus usuários utilizem como redes mais velozes da atualidade, com o 5G, está em uma capa feita especialmente para isso. Diferente do que fez a Motorola quando levou essa tecnologia para o Moto Z3 de 2018, a Huawei P50 Pro utilizou um acessório fabricado por uma empresa terceira, a Soyealink.

A capinha funciona assim: um modem está presente no acessório e ele utiliza o trabalho de um processador dual-core de 1,35 GHz. A está presente no pacote e um espaço de antena para eSim também, permitindo a inserção de uma linha sem a necessidade de um chip de operadora.

Mesmo com um hardware específico para o 5G, o smartphone é responsável por controlar todos os recursos. A capacidade de 3,2 milímetros de espessura, pesa 52 gramas e utiliza a porta USB do celular para enviar dados e energia para funcionar corretamente.

Essa é mais ou menos a mesma ideia da Motorola com o Snap de 5G, mas com espaço muito menor e sem a antena com cara de celular dos anos 80 no topo do acessório. Outra diferença está na conexão para dados e energia, que no modelo utilizado no Moto Z3 estava presente em conectores sem necessidade de um cabo USB.

Ainda não existe previsão de lançamento da capa para o mercado da China, mas por lá o acessório deve chegar em pouco tempo e de 800 Renminbi, algo perto dos R$ 600.

Através da: GSMArena.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no Youtube? inscreva-se no nosso canal!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here