meditação budista

UMA meditação budista é uma atividade que serve para muitas barbatanas, mas sua maioria vem na maioria das vezes, pela necessidade de liberdade e paz do espírito.

Diante da rotina, do trabalho e das obrigações, nos vemos carregados de peso e cansaço. Por muitas vezes parece que os dias são mais longos e demoram mais para passar.

Isso se dá porque parte de nossas responsabilidades vem em forma de cobrança e é preciso uma “válvula de escape” para conseguir tanto.

Felizmente, o mundo holístico nos permite a terapia ainda capaz de nos fazer relaxar, traz a peça um pouco de concentração e disciplina. Assim como o esoterismo nos apresenta todo um mundo de possibilidades, além de aprendizado e descoberta que vai muito do que pensamos.

E hoje vamos ver uma prática muito antiga e poderosa, a meditação budista, e saber um pouco mais sobre o seu valor cultural e meio de fazer.

A pratica Zazen de meditação budista

Sendo de origem, onde “za” significa sentar, e “zen” quer dizer meditar, a meditação zazen é a mais comum das meditações budistas.

A prática de za zen é feita totalmente em silêncio. Para o encontro entre você e seu íntimo, a essência do seu próprio ser e dos mantras.

Essa prática tem como foco diminuir todo e qualquer estímulo externo, ou, sem interrupção e sem distrações de fora. Para que você possa experienciar esse contato interno consigo mesma, por meio de uma intensa concentração.

Uma das características mais comuns desta meditação é ter que sentar para as pernas, com as cruzadas e os pés para dentro do corpo, posicionados em cima dos joelhos.

Sobretudo, o ideal é que você se sent de costas para a parede que tenha a maior quantidade de coisas, como:

  • espelho;
  • quadros;
  • guarda roupa;
  • porta retratos, etc.

É recomendado que você fique de frente para uma parede branca, porque ela simboliza a mente em branco, onde tudo pode ser projetado.

Sendo assim você será mais imersa na meditação de sua meditação, e não dispersará sua atenção por que não será no ambiente ou nos arredores.

A meditação ou o budista pode ser feita num tapete tame, basta que você esteja sentado numa superfície. Fique com as costas retas e onde as pernas estendidas e pernas cruzadas. Em seguida, as mãos devem estar livres para serem levadas as palmas, fazendo aquele clássico sinal de tradução.

Por que aderir as mãos na meditação?

Como palmas unidas tem vários significados, uma vez juntas você representará uma união dos dois extremos como:

  • positivo e negativo;
  • o céu ea terra;
  • o “eu” e os outros
  • a humanidade e Buda.

O nome dado para palmas unidas é Gahsô, e é uma forma de demonstrar que suas mãos estão expostas e sem menção de hostilidade, como um sinal de paz e harmonia.

Desta forma fica claro que suas mãos não estão ali para roubar, esconder ou atacar… é paz e amor.

Não apenas para sinalizar a meditação Budista, o Gashô também é usado como um modo de cumprir as pessoas. Com um gesto onde juntamos as mãos, e inclinamos o corpo para frente, demonstrando respeito e reverência.

Parte dessa prática vale também para o local de meditação. Logo que cumprimentamos como pessoas nos reverenciamos ao local.

Aliás é uma forma de reconhecer o ambiente como parte do todo sagradoonde Nós e Buda nos manifestamos por meio da meditação.

Claro algumas práticas esotéricas nos ensinam rituais para meditação, preparação e condução. Contanto é comum algumas pessoas procurarem um guia, alguém que possa consultar e direcionar por esse caminho.

E você pode consultar um de nossos especialistas em consultas esotéricascom certeza eles vão te ajudar.

Como praticar a meditação

Como qualquer outra atividade de concentração, a meditação budista serve como uma ponte de encontro entre o seu “eu” consciente com o não consciente.

Entretanto, alguns anos pedem que você faça algo além de se sentar no tapete e fechar os olhos. Portanto, tenha alguns preparos para meditar da forma certa.

  • procure estar em um ambiente limpo e silencioso;
  • manter os olhos semi-abertos;
  • concentre-se na respiração profunda e lenta;
  • preste atenção para não perder o foco;
  • não saia da posição enquanto meditando.

Decerto é comum uma prática como a meditação causar sono, mas parte da atividade é não se deixar cair tentação da soneca.

Inegavelmente o lazer virá, mas não perca o foco, pois sua experiência será magnífica.

Buda imagem: o uso da estátua na meditação

As imagens representativas são bem comuns em diversas religiões. No catolicismo, por exemplo, vemos uma vida útil da imagem de Cristo, Mariaos apóstolos e santos.

Semelhantemente, o oismo também usa das imagens para retratar e contemplar Buda em algumas meditações. Entretanto, existem várias versões de uma mesma imagem.

E se tratando do budismo, uma estátua monumental famosa é a do Grande Buda de Leshan.

Localizada na China próxima à cidade de Leshan, ou grande Buda ostenta uma altura de 71 metros de altura. Não foi construído ano de 713 durante a concepção Tang, e seu propósito era de que as águas dos rios Dadu,Qingyi e Minjiang se acalmaram.

meditação budista - imagem de buda

É considerada a maior estátua de buda no mundo, e foi declarada património mundial pela UNESCO em 1996.

O mundo esotérico é cheio de pensamentos, percepções e crenças. Nesse maravilhoso oceano de informação, você pode descobrir diversas culturas e meios de conhecer o seu interior da uebuscar a paz e alcançar o equilíbrio.

Agora que você conhece a meditação budista e quer acompanhar a pela paz do espírito, continue lendo o nosso blogdescubra e todo um mundo de conhecimento e sabedoria.

Nos vemos na próxima, até lá!