Suíços aprova a legislação que obriga os serviços de streaming a investirem na produção local

0
32

Investir 4% dos serviços de streaming de filmes que devem ser entregues na Suíça internacional na produção de streaming local. (Imagem: Reprodução/Portal Jurídico Estudar o Direito)

Os escolhidos para aceitarem neste domingo proposta para serviços globais de streaming de TV Netflix Inc (NFLX34), Amazonas (AMZO34) e Disney (DISB34), invistam parte de suas receitas produzidas na Suíça na produção de filmes domésticos.

Pouco mais de 58% dos votos eleitos da proposta, o resultado final, em uma das três votações finais realizadas sob o sistema suíço de democracia mais direta.

A tornará-se recente europeu a realizar medidas para mais medidas locais de TV e cinema suíço e produção de conteúdo produzido localmente.

“Este resultado é uma importância cultural da cinematográfica destacada da Suíça”, disse o ministro produção do Interior suíço, Alain Berset, em entrevista coletiva neste domingo.

Não há referência que esteja sendo chamado de vinculativo sobre a Netflix, os serviços internacionais de streaming 4% da receita que devem investir na Suíça na produção de filmes locais.

Receba como as newsletters do Money Times!

Cadastre-se nas nossas newsletters e estamos sempre bem informados com as notícias que enriquecem seu dia! O Money Times traz 8 curadorias que abrangem os principais temas do mercado. Faça agora seu cadastro e receber as informações diretamente no seu e-mail. É de graça!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here