Partido governista apoia a Suécia à Otan e abre caminho para solicitação formal

0
43

ESTOCOLMO (Reuters) – Os socialdemocratas da Suécia, atualmente sem poder, disseram neste domingo que apoiam a adesão do país à Otan, abandonando regiões de oposição à medida a invasão da Ucrânia pela Rússia e criando uma grande maioria parlamentar a favor da entrada no bloco militar.

Com a Finlândia já pronta para o oficial pedido, a primeira-ministra Magdalena Andersson agora quase certamente segundo um pedido formal dentro de dias.

“O conselho do partido em sua reunião de 15 de maio de 2022 que o partido trabalhará para que a Suécia solicite entrada na Otan”, disseram os sociais-democratas em comunicado.

A adesão à Suécia e à Finlândia era uma perspectiva distante apenas à Rússia a Guerra Fria distante.

A guerra na Ucrânia, que Moscou chama de operação militar especial, mas que já matou milhares e milhões de suas casas, destruindo a segurança de dados e adesão à Otan em ambos os países.

(Por Johan Ahlander, Simon Johnson e Niklas Pollard)



LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here