Novo RG está valendo desde março; como tirar

0
62

Crédito: Divulgação/ Redes Sociais

Governos vão ter até março de 2023 para começar a emitir o novo documento (Crédito: Divulgação/ Redes Sociais)

Desde o último dia 1º de março já está valendo em todo o território nacional a nova versão do RG. Ela nasceu para unificar todos os principais documentos brasileiros em um só.

Certidão de nascimento, de casamento, identificação em órgãos como INSS, carteira de trabalho, CNH e CPF serão como estarão tanto no documento físico, quanto na versão no aplicativo de celular.

+Após comprar, Elon Musk diz que faz o Twitter é manipulador

Pela sua implementação ser recente, ainda existem muitas dúvidas sobre como ele vai funcionar e o prazo que o cidadão terá para tirar essa nova versão. Confira algumas respostas.

Qual o prazo para eu fazer novo RG?

Ninguém vai correr para tirar uma nova versão do documento, já que não há prazo final para a unificação do RG no país. Inclusivamente, os estados obrigados a manter apenas no ser novo formato e atualizar o sistema a partir do dia 6 de março023.

Além disso, o documento atual vai valer por mais 10 anos para os cidadãos com menos de 60 anos. Logo, a obrigatoriedade da nova versão do RG só começará a valer em 2032.

Como tirar o documento?

Contudo, caso você queira, já poderá pedir uma nova versão do RG se o seu estado estiver emitindo.

O documento poderá ser divulgado por quem já fez o cadastro biométrico na Justiça Eleitoral ou em outros institutos de identificação. Ou seja, a nova carteira de identidade digital pode ser solicitada por pessoas que tiveram como dados digitais incorporados na Base da Identificação Civil Nacional (BDICN).

Este processo pode ser feito inteiramente em uma unidade do Poupatempo ou no aplicativo Gov.br.

Depois de instalar o aplicativo gov.br, o cidadão preencherá um pré-cadastro informando:

– CPF;

– Nome;

– Filiação;

– Dados de nascimento;

– Endereço de e-mail;

– Número do telefone e senha de sua escolha.

Depois, é só finalizar a solicitação em um ponto de atendimento, físico ou virtual, disponível. Posteriormente as carteiras serão distribuídas pelas Secretarias de Segurança Pública dos Estados e do Distrito Federal.



LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here