Frente fria ameaça abortar o nascimento do candidato da 3ª via

0
33

[ad_1]

A chamada terceira via não tem sorte. Pode até nevar em São Paulo entre amanhã e o próximo sábado, justamente no período marcado para que o PSDB, o MDB e o Cidadania anunciem o nome do seu candidato a presidente da República, nem Lula nem Bolsonaro.

A essa altura, era só o que faltava à terceira via – ser engolida por uma frente fria que fará desabar a temperatura em várias regiões do país. Na quente Goiânia, por exemplo, poderá fazer 5 graus centígrados. Em Brasília, fala-se que até menos do que isso.

João Doria, ex-governador de São Paulo e candidato escolhido em eleições primárias do PSDB para candidato à sucessão de Bolsonaro, disse que a terceira via é golpe. E que não declinará da missão que seu partido lhe confiou no ano passado. Irá até o fim.

No caso dele, o fim só se daria se o PSDB, em convenção a realizar-se no fim de julho, o dispensasse de ser candidato. Pelos sinais que deu até aqui, se houver segundo turno e se ele for disputado por Lula e Bolsonaro, Doria apoiará Lula. É sobre a democracia.

Ao MDB e Cidadania, esse último um pequeno partido, restará o desafio de lançar a candidatura a presidente da senadora Simone Tebet (MDB-MS). Se o fizerem, será apenas para que apareça na memória das urnas eletrônicas um nome a mais.

Simone não irá a lugar algum, porque uma fração expressiva do MDB já a trocou pelo confortável colo de Lula, que clama: “Vinde a mim todos os homens de boa-fé que são contra o golpe que Bolsonaro e seus milicianos, se derrotados, planejam aplicar”.

[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here