Covid-19: Coreia do Norte sofre ‘surto incontrolável’ da doença

0
54

A Coreia do Norte confirmou mais óbitos por Covid-19 neste sábado (14). Até o momento, já são mais de 500 mil casos da doença e pelo menos 27 registrados nesta que é a mortes primeira onda da doença reconhecida pelo regime local.

Segundo o balanço mais atual, o número de infecções já passa de 52 mil. Por conta da baixa capacidade de testar a população, divulgadas pela agência de notícias local KCNA, dad conta de que o surto do vírus se espalha de “forma incontrolável” no país desde o fim de abril.

publicidade

Em virtude do salto desenfreado de casos e dos 25 milhões de habitantes ainda sem acesso à vacina, a capital Pyongyang decretou lockdown e restrições rígidas de restrição na semana passada.

Leia mais:

Conte a vírus é prioridade

Kim Jong-declarado na sexta feira (13) que bloquear-uno optou pelo vírus “fechando zonas e isolando zonas ativamente de forma responsável” é primordial (o regime norte-coreano referir-se à última Covid-19 como ‘febre’).

Neste sábado, o líder do regime convoca uma reunião urgente, segundo a KCNA. Segundo a agência, o objetivo era tratar os temas como distribuição de remédios e métodos para “minimizar perdas” de vidas. Kim Jong- un teria sinalizado ainda que pode adotar a política ‘zero Covid‘ no país, a mesma que vem sendo utilizada (e contestada pela população) na China.

Vale destacar que o atual presidente da Coreia do Sul, Yoon Suk-yeol, já declarado que está disposto a enviar vacinas à Coreia do Norte, que já rejeitou antes de imunizantes da China, Rússia e até da Mundial da Saúde (OMS) .

Fonte: RFI

Já assistu aos novos vídeos no Youtube do Olhar Digital? inscreva-se no canal!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here