Startup ajuda a encontrar cobranças extras na conta de luz

Imagem: Gabriel_Ramos / Shutterstock.com

Quem já recebeu uma conta de luz muito mais alta que o normal sabe a dor de cabeça que é Recorrendo ao valor. Foi para ajudar esses clientes que surgiu a Lead Energy, oferecendo um serviço que identifica cobranças extras na fatura de energia.

O serviço, por enquanto, é restrito para empresas que pagam mais de R$ 5 mil na conta de luz. A Lead Energy promete reduzir os custos em 15%, podendo chegar a custos até 95%.

Pela análise na plataforma da startup, é selecionado se há restituição de imposto, adequações no contrato com um distribuidora, entre outras cobranças extras.

A Lead Energy não cobra pela consulta, o lucro da startup vem sobre 25% do econômico pelo cliente, reforçando o compromisso da empresa em realizar uma redução de gastos.

É que você provavelmente também gosta:

Tarifa Social: como até 65% de desconto na conta de luz? Verificar

Aumento na conta de luz pode ser adiado pelos deputados; entenda o motivo

Startup reduz conta de luz das empresas

Raphael Ruffato a Lead Energy em fundo20. Depois12 anos trabalhando no setor de energia elétrica, na economia de energia, o que faz com que você altere algumas mudanças mais simples.

Raphael Ruffato, CEO e fundador da Lead Energy. (Imagem: Divulgação/Instagram)

Assim, com um investimento de R$ 5 mil, ele criou uma startup que é especializada em análise de contas de energia. Em 2022, uma previsão de lucro da Lead Energy está estimada em R$ 700 mil.

“Poucas pessoas conhecem a conta de luz, e quando você consegue entender todos os dados da conta de energia, lá tem uma série de oportunidades para você conseguir ter uma redução de custo”, disse Ruffato ao Empresas & Grandes Negócios.

Além da análise na fatura, a Lead Energy oferece apoio para empresas na negociação com distribuidoras de energia. De acordo com uma startup, 81% dos clientes pagam cobranças de cobranças por desconhecer os valores da conta de luz.

Por enquanto, a análise está disponível apenas para empresas no estado de São Paulo, mas, com o aporte de R$ 300 mil que a startup recebeu no começo do ano, os planos são de expansão o serviço para todo o Brasil.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal não Youtube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Instagram e Contração muscular. Assim, você acompanhará tudo sobre Bancos digital, cartões de crédito, Financeiro, fintechs e relacionado ao mundo das finanças.

Imagem: Gabriel_Ramos / Shutterstock.com