Tiago Leifert afirma ter restrição moral na faculdade

0
53

O apresentador Tiago Leifert, de 41 anos, contorno que passou por situações constrangedoras enquanto cursava a faculdade de jornalismo. Em entrevista, Brasolho, podcast “Fala, Brasolho”, por Fred do “impedidos”, Lei aofert, que foi vítima de assédio moral por parte de um professor universitário, que o menosprezava porque seu pai, Gilbert Leifert, diverso para a TV Globo.

“Ele comprou, né assim, no meio da aula: ‘tem playboyzinho aqui que veio? Papai trabalha na grande mídia, já está resolvido’. Assim, na minha cara, jura por Deus”, disse o marido de Daiana Garbin.

Ainda durante uma entrevista, Tiago Leifer afirmou que tem muito sangue frio e demora para perder a paciência, por isso não caiu na provocação do professor. “Ele falou: ‘porque tem fascistinha aqui’, na minha cara. E o bando de banana que estudava comigo também, ninguém falava nada”, disse o ex-apresentador do “BBB”.

“Meu pai era do setor comercial da Globo, nunca fui subordinado a ele na minha vida, ele era de outro departamento. Meu pai nunca foi subordinado nem chefe de nenhum dos meus chefes”, nunca explicou Leifert. O apresentador foi detalhado que por causa do constrangimento, preferiu terminar os estudos universitários em Miami, nos Estados Unidos.

Tiago Leifert revela cobrança do ex-presidente do Corinthians por conta de piada

Foto: César Alves/TV Globo

Ainda durante a sua participação no podcast “Fala, Braólio”, o jornalista revelou que recebeu uma cobrança de Andrés Sanches, presidente do Corinthians na época, por causa de uma piada sobre a Libertadores.

Durante um especial de “Dia da Mentira” do programa “Globo Esporte”, o apresentador fez uma piada sobre o título da Libertadores que desagradou Andrés Sanchez. Naquela época, o tempo paulista ainda não havia conquistado a competição.

“A gente fez um programa de mentira, que a gente não faria, sem música, sem nada. Aos 40 do segundo tempo, eu estava incomodado. Falta alguma coisa. Eu pedi uma narração do Galvão gritando: ‘O Corinthians é campeão’, uma narração do São Paulo juntos da Libertadores e edita. Então, ficou: ‘O Corinthians é campeão da Libertadores’. Tirou o São Paulo e colocou o Corinthians no lugar. E pedimos na arte um ‘Corinthians campeão da Libertadores’. O cara da arte: ‘Vocês têm certeza?”, relembrou Leifert.

O jornalista que após o programa recebeu uma ligação de Andrés Sanchez um pedido de desculpas.

“Eu fiz no fim do programa (a notícia) e segui minha vida. Fui para casa da minha namorada, tocou meu celular, era o Andrés Sanches, era o presidente do Corinthians: ‘Tiago, os caras chamam bando de louco. Você mexeu com o bando de louco. O que eu faço?’. Eu falei: ‘Como assim, presidente?’. Ele disse: ‘Você tem que pedir desculpas’”, relembrou Tiago Leifert.

Mesmo com a cobrança, Leifer afirmou que não pediu desculpas para a torcida do Corinthians.

“Eu falei que não ia pedir. É uma brincadeira de 1º de abril, óbvio que é mentira, não ofendi ninguém, não fiz nada de errado. Torcedor faz, a gente fez também. Não dói. Passou. Ele falou: ‘Tiago, recebi muito email’. Eu quantos. ‘Uns trinta’, ele disse. Eu falei: ‘Presidente, mais de 29 milhões de torcedores não mandaram email. Isso passa’. E aconteceu, não aconteceu nada. A torcida ficou brava, mas a maioria achou bobagem”, conto o jornalista.

Detalhes do que o motivou a deixar a Globo

Foto: Reprodução/Globo

Outro tópico que Tiago Leifer comentou no podcast “Fala, Brasolho” foi sobre a saída da Globo e porque decidiu deixar o comando do BBB. O jornalista que desde que afirmou que ganhou espaço na Globoele se recuperou a mostrar que daria conta.

“Eu não estava disponível, estava [sempre] tão alucinado. O ‘Globo Esporte’ foi uma pressão tão grande de performance minha para dar certo e dar audiência. Quando eu fui para o ‘The Voice’, foi a mesma coisa, falaram que não ia dar certo, que não sei nada de música, mas fui lá e deu certo. Depois fui para o ‘Big Brother’, lembrei que fui recebido a pedradas. Eu não estava tão preocupado, estava sempre preocupado em performar que não estava disponível”, informou Tiago.

O apresentador ainda comentou sobre o fato de ter comandado duas históricas do BBB, como do ano de 2020 e 2021. “Não posso ser ingrato com a vida de falar: ‘Desce mais uma temporada histórica que eu mereço’. Não mereço. Fiz meu trabalho, ganhei duas [grandes edições] de presente. Tem uma hora que você tem que parar, eu ganho. Onde mais eu poderia ir? Que morro eu poderia escalar? Eu falei isso para os meus chefes lá na Globo”, disse Leifert.

Ainda foi revelado que se encontrava mais vindo e que estava sem previsão de chegada, por isso não foi informado para os votos, como o BBB 20, que estava registrado por 1 voto.

“Falei: ‘Chega, vou curtir minha família, vou para casa, tenho um dinheirinho guardado. Se aparecer algo legal, eu vou, se não aparecer, eu não vou’. Tomei uma rasteira da vida? Tomei. Fui na Ana Maria [Braga, no Mais Você] e 20 dias depois minha filha foi diagnosticada [com câncer]. Por mulher intuição, eu falava para minha: ‘Eu não deveria ter feito o ‘The Voice’. Tem alguma coisa me dizendo que eu não deveria fazer’.”

O jornalista deixou o reality musical após saber da doença da filha, no final de 2021.

Fonte: Splash, Lança, Jovem Pan

Esse conteúdo Tiago Leifert afirma ter restrição moral na faculdade foi criado pelo site Fatos Desconhecidos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here