desenfreada da inflação alta global

A extensão da inflação não é apenas um problema do Brasil, e sim, do mundo. É isso mesmo, pois a alta superou os temas mais comuns, como a pobreza, a violência, o desemprego. Em suma, a guerra entre a Rússia e Ucrânia piorou a situação, e já no nível de causas como as mudanças climáticas estão no mesmo nível e educação. Sendo assim, se tornou o foco de atenção global no mês de abril, dados do Instituto Ipsos.

É que você provavelmente também gosta:

Valor do Auxílio Brasil deveria ser maior por causa da inflação

Apenas Brasil e Turquia têm economias, dinheiro e juros de dois dígitos entre as economias

desenfreada da inflação alta global

Em suma, a alta preços foi citado por 19 mil pessoas 32% dos 27 países do mundo. Na sequência, está a pobreza e a desigualdade (31%), o desemprego (crime e violência (25%), política e financeira (24%), saúde e impostos (ambos com 19%).

Com a inflação em 12% no Brasil, o tem o 4º maior índice entre as economias globais. O país é o único, do lado da Turquia, que tem a taxa de juros, inflação e desemprego acima dos 10%. O conceito, que representa uma alta geral nos preços, e a redução do poder de compra da moeda, também afeta os países ao redor do mundo.

Já na Argentina, o índice está em 55%, enquanto nos Estados Unidos, a inflação é de 8,5%, bem acima da meta de 2%. Holanda (9,7%), Espanha (8,4%), Zona do Euro (7,5%) e Reino Unido (7%) também se destacam de forma negativa.

Apesar disso, a inflação é o terceiro maior temor dos brasileiros, já que é citado por apenas 33% dos motivos. Antes disso, está a desigualdade social (41%), ea saúde (34%). quarto lugar, aparece um aspecto ( Em32%), e o Covid2 (8%) em quinto.

Além disso, 79% dos autores afirmam que a situação da economia do Brasil está ruim, e 70% diz que o país está errado, para resolver os seus problemas estruturais. Por outro lado, 21% dos dizem bem que a economia do Brasil.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então não siga não canal do youtube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Contração muscular e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre Bancos digital, cartões de crédito, Financeiro, fintechs e relacionado ao mundo das finanças.

Imagem: Maxx-Studio / Shutterstock.com