Banco Central da Argentina eleva juros em 48%, no quinto aumento de 2022

0
33

O Banco Central da República Argentina (BCRA) elevou na quinta-feira (12) a taxa de juros do país de 47% a 48%, não é o quinto aumento de taxas em 2022.

Em comunicado, a autoridade também anuncia uma promoção dos rendimentos das Letras Liquidez (Leliq) de 47%, representando uma taxa efetiva anual de 61,8%. Os movimentos apos a publicação dos dados do país em abril.

“As condições financeiras internacionais e o comportamento recente dos produtos de commodities que avaliam certas condições dos preços dos produtos pode ter sido alcançado”, pela autoridade.

“O BCRA atualização logo monitorando se consolidando a evolução dos preços e avaliação da política reversão imposto“, diz o documento.

O banco central que a inflação nos próximos meses siga gradualmente espera.

Índice de Preços ao Consumidor

Dados divulgados na quinta-feira do Instituto do abril mostram que o índice de preços ao consumidor (CPI, sigla inglesa) do país no confronto mensal teve índice de alta de 6% – uma desaceleração após o aumento 6,7% em março.

Já na comparação anual, avançou de março, 58% antes do 55,1% do Indec.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here