A Anvisa mantém a obrigatoriedade do uso de máscaras em voos

0
52

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) Medidas sanitárias, nesta quinta-feira (1) medidas sanitárias relacionadas a Covid-19 em aeroportos e aeronaves. Dentro das flexibilizações, está dentro da realização do serviço de bordo e retirada das máscaras durante a alimentação.

Durante as viagens aéreas, porém, os diretores votaram para que a proteção facial seja obrigatória. As aeronaves podem voltar a operar com a lotação máxima de passageiros, mas o distanciamento é recomendado, quando possível.

A revisão foi pautada pela Diretoria Colegiada da agência, devido ao fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (Espin) decretado pelo ministro da SaúdeMarcelo Queiroga.

“O uso adequado das máscaras protegidas não é apenas o indivíduo, mas a coletividade, razão pela qual se constitui em ferramenta de saúde pública. Assim, a segurança do uso da máscara continua sendo necessária para a proteção à saúde das medidas normais e um retorno gradual à manutenção da segurança da continuidade, começando a manter a manutenção da proteção à saúde, começando a manter a manutenção da proteção à saúde”, continuando a manter a manutenção da proteção à saúde.

Os avisos sonoros com medidas de prevenção da doença devem continuar. “A agência de comunicação de comunicação a destacada medida mais efetiva com os comunicadores” afirma que “a adoção de instrumentos sonoros em voos é comunicado à agência com os comunicadores”, “A Anvisa.

A nova resolução começa a valer em 22 de maio.

Prazo para uso de vacinas emergenciais contra Covid prorrogado

Na mesma reunião, os diretores também aprovaram a prorrogação por um ano de registros emergenciais relacionados ao enfrentamento da pandemia.

“Consideram-se a atuação emergencial da mudança a ser adotadas para garantir que as regras sejam adotadas por meio de regras de transição mantidas, portanto, estas medidas de risco de emergência à sociedade, sejam medidas a serem adotadas para o período de transição”, explicam a situação. , Meiruze Freitas.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here