Em MG, PT banca nome ao Senado e racha Lula e Kalil, que saem perdendo

0
90


Lula pode não chegar ao Palácio do Planalto pela falta de um palanque forte em Minas. Alexandre Kalil pode não  alcançar o Palácio da Liberdade sem o petista a seu lado. Tudo isso por conta da disputa de uma única vaga para o Senado.

O PT ontem,  no evento do Expominas,  praticamente selou a candidatura do deputado Reginaldo Lopes ao Senado. Parece algo irreversível. Nos banners espalhados, ele apareceu com maior destaque ao lado de Lula do que o próprio Geraldo Alckmin.

Assim, fica inviabilizada apoio do PT ao nome de Alexandre Silveira, atual senador pelo PSD mineiro e candidato a reeleição. Silveira trabalha essa candidatura há tempos, mesmo antes de assumir a cadeira de Antônio Anastasia, que foi para o TCU e de quem era o primeiro suplente.

No gabinete de Rodrigo Pacheco, de quem era assessor jurídico na presidência do Senado, Silveira recebeu prefeitos e repassou recursos para obras. Com fotos e promoção nas redes sociais.  Tinha, ou segue tendo, uma estrutura pronta para a disputa.

O “trem” está complicado em Minas. Perdem Lula e Kalil, se de fato a dobradinha não for para a frente.

Para completar, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, jogou lenha na fogueira. Ao jornalista Gerson Camarotti, da GloboNews, disse ter simpatia em apoiar Kalil, mas disparou: “Mas impor chapa pura é dureza. Tem de lembrar também que Lula está muito bem em Minas Gerais. Melhor que Kalil. Então, o não apoio do PSD para Lula não é um problema só para nós, acho. Acho que é também [um problema] para eles, para Kalil”.

 



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here