Lojas Renner (LREN3) viu ganho de mercado e abril segue acelerando

0
82

O CEO da Lojas Renner (LREN3), Fabio Adegas Facio, disse nesta sexta-feira- varejo, que há ganho de receita do mercado líquido à empresa ao longo do primeiro mercado, o que trouxe como consequência, à empresa ao longo do primeiro mercado.

Segundo ele, os resultados de ainda foram impactados pelos efeitos da pandemia, mas em fevereiro e em março, houve também nas lojas efluxo de pessoas. Ofluxo ainda está abaixo de 2019, mas com melhora progressiva mês a mês.

“Abril seguendo em volume de peças e acelerando em torno de dois dígitos. O resultado de vendas têm sido superpositivos”, ao destacar o bom desempenho de vendas até o momento com o Dia das Mães.

As declarações aconteceram durante a teleconferência com analistas para comentar os resultados do primeiro trimestre, quando a Lojas Renner reverteu lucro e lucrou R$ 191 milhões.

No pregão desta sexta-feira (6), as ações da diversão se destacaram entre as maiores altas do Ibovespa, fechando com valorização de 5,99%, cotadas a R$ 24,24, enquanto o Ibovespa teve leve baixa.

Margens da Lojas Renner

Para o CEO da empresa, um dos maiores desafios deste ano é manter as mães, de forma contínua. Devido aoambiente econômico atual, a Renner vê que os desafios de manter como maridos apresentados no 1T22 devem perdurar durante o ano.

A margem bruta da Renner no 1º triestre5 registrado importante, em 5,1%, próximo do nível pré-pandemia (55,3% no 1T19). “Essa performance reflete ganhos de eficiência e a correta integração dos estoques, mesmo com repasses de inflação”, Fabio Adegas Faccio, CEO do Destacado o.

Segundo Daniel Martin dos Santos, CFO da Renner, o Ebitda deve ser o resultado do longo dos próximos meses, almejando retorno de capital que será em torno de 15% a 20%.

“É difícil dizer quando e se for possível chegar aos mesmos níveis de 2019, mas o que teremos é uma melhora sequencial nos próximos trimestres”, afirmou.

Os maiores ganhos de eficiência a Renner devem gerar ganhos de eficiência a Renner.

Presos

Em relação aos preços, Faccio disse que a empresa não prevê subir os preços muito rapidamente, o que pode ajudar num primeiro momento, mas que diante da volatilidade do mercado, “poderia ser pior”.

“A Renner vem escalando de maneira consciente para usar como ferramentas e soluções para ter ganho de eficiência, rentabilidade, posicionamento de estoques e volumes que sejam melhores”, disse.

Ao longo de 2022 e 2023, segundo ele, a empresa entende que terá ganhos de eficiência, com operação de eficiência e logística de CRM, tendo rentabilidade no canal digital “mais próxima da rentabilidade das lojas físicas”.

“Procuramos ser bastante conscientes. Isso tem ajudado a gente a ter ganhos em contrastes”, disse.

investir

Sobreinvestimentos, Santos afirmou que o investimento de R$ 1 bilhão, previsto para 2022, está sendo usado principalmente para tecnologia, finalização de portes em CDs, abertura de lojas e expansão.

De acordo com ele, Renner continua com posição de caixa mais alta, mas com estrutura de capital melhorada.

Recentemente, a empresa informou que sua estratégia de expansão física prevê uma abertura de 40 novas lojas, para todas as marcas da Companhia.

Estão no plano: 20 parareina; 10 para Youcom (marca de Lifestyle jovem); 5 para da Camicado (especializada em casa e decoração); e 5 da Ashua (focada no segmento curve e plus size). Hoje, o portfólio da Companhia (todas como marcas) soma 639 lojas. No ano passado, foram abertas 32 unidades.

Cenariano

O CEO Renner destacou ainda que a empresa está bem preparada para a realidade econômica de 2022 e que os investimentos realizados durante a pandemia Renner foram fundamentais para trazer a proteção da companhia para a companhia.

“Continuamos comprometidos com o propósito de consolidar nosso ecossistema na América Latina e com otimismo no prazo. Temos visto demanda importante para nossos produtos e ganhos de mercado”, destacou ele.

Renner informou que foca em continuar acelerando o online, ampliando a base de clientes omnicanal, investindo nas plataformas tecnológicas e avançando os investimentos na Realize. A empresa quer ampliar o sortimento digital, aumentar os clientes ativos, a base de clientes e as entregas em até dois dias.

Análise do balanço Lojas Renner

Para analistas do Bradesco BBI, as Lojas Renner apresentaram no primeiro triestre resultados acima das expectativas, com forte crescimento de receitas.

O documento divulgado que o lucro é a principal questão para investir os investidores focarem, uma vez que a receita maior e a diluição de nos proximos triestres (e alguns anos) pode à empresa a expandir as margens aos níveis históricos.

A diferença de 7 pontos percentuais na margem Ebitda entre o 1T22 e o 1T19 ficou em linha com a expectativa e não deve ser uma surpresa para o mercado.

A margem bruta continua se recuperando em relação a 2019, o que é claramente positivo, então a questão final a ser “consertada” é o opex (com a maior pressão dos investimentos para avaliar a estratégia do sistema), a solução para isso é o crescimento da receita e a diluição de custos.

O BBI mantém classificação superar para o papel, com preço-alvo de R$ 37.

Rentabilidade pressionada

Para a XP, a Lojas Renner teve crescimento sólido de receita, mas segue comrentabilidade pressionada.

A receita líquida consolidada cresceu +38% vs. 2019, impulsionada pela recuperação do varejo e pelo crescimento de receitas da Realize de +72% A/A, suportada pela expansão de seu portfólio combinado com os maiores custos no Meu Cartão.

One XP preço garantido de compra para Renner e preço-alvo de R$ 4,00.

Oportunidade competitiva? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. ajudante de marinheiro.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here