Superliga: atrás de 5º título, Wallace elogia torcida do Sada Cruzeiro

0
35

De volta após cinco anos, Wallace foi mais uma vez definitiva para o Sada Cruzeiro. O brilhou na vitória sobre o Fiat Gerdau Minas Tênis Clube, por três sets a dois (26/24, 21/25, 15/25, 25/22 e 15/11), no primeiro jogo da final da Superliga Masculina de vôlei . Ele anotou 25 pontos na partida de sábado (23) à noite, no ginásio Divino Braga, em Betim (MG), sendo eleito o melhor atleta em quadra.

O segundo duelo será no próximo domingo (1º), às 10h (horário de Brasília), em local a ser definido. O mando é do Minas, que não pode receber o jogo na sede do clube, Belo Horizonte, pelo fato de a capacidade da arena não ter o mínimo de cinco mil lugares necessários pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), mesma razão pela qual o Sada Cruzeiro, que atua em Contagem (MG), levou a partida de sábado para Betim. Os celestes ficam com o título em caso de nova vitória. Os minastenistas têm que ganhar para forçar um terceiro no outro domingo (8), também às 10h.

“Eu entro em quadra para ajudar a equipe, independentemente da minha avaliação. E hoje [sábado] foi um dia em que pude fazer isso. Não é fácil você se manter bem durante toda a partida, mas hoje eu consegui seguir dentro de uma regularidade ao longo de todo o jogo. A torcida foi fundamental nos momentos de dificuldades”, comentou o jogador ao site da CBV.

Wallace esteve presente nos quatro primeiros títulos que o Sada Cruzeiro obteve dos seis Superliga. O oposto de 34 anos também integrou o elenco nas três conquistas do Mundial de Clubes, sendo a última delas em 2021.

“Agora vamos estudar, ver o que a gente fez de bom, o que foi ruim, para nos prepararmos para o próximo jogo. Não tem nada ganho e temos muito trabalho pela frente”, emendou o veterano, em depoimento à página oficial do clube mineiro.

Diante de 5,5 mil torcedores em Betim, o Sada Cruzeiro – que manda os jogos no ginásio Riachão, em Contagem (MG) – foi mais regular no primeiro set, marcado por trocas no comando do placar, vencendo por 26 a 24. de sair atrás na parcial seguinte, o tempo celeste reagiu e chegou a ter 18 a 16 de vantagem, mas o Minas se recuperou e não só empatou a partida (fazendo 25 a 21), como o placar, com um avassador 25 a 15 .

A volta do conjunto anfitriões, marcado um bloqueio do central O, que o ginásio, na frente parcial e veio no quarto Cruzeiro dos quartos superiores e veio no quarto torcida no quarto. A equipe conseguiu administrar a vantagem em pontos da fazendo 25 a 22. O tempo manteve o ritmo no desempate, per na definindo o marcador e próximo a casa por Wallace duelo com um 15 a 11 celeste.

“Foi uma pena não sairmos com a vitória. Uma marcação muito bem-feita, mas do outro lado tinha o Wallace, que desafogou, fez a diferença, é um craque. O jogo foi um grande espetáculo, foi digno de final de Superliga. Saímos daqui aquele gostinho de que vencer. Agora é focar na próxima partida para revertermos a situação. Ainda temos muita luta pela frente”, comentou o levantador William, do Minas, ao site da CBV.


Saiba mais

+ Nova Montana: 3ª geração da picape da Chevrolet chega em 2023
+ Ômicron: Sintoma inesperado da emergência em crianças preocupações médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira uma previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Verificar o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identificação lula gigante responsável por naufrágio de navio 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here