Cinco coisas que você não deve fazer com seu robô aspirador | Robótica

0
42

O robô aspirador é um aparelho que ganha cada vez mais na casa dos usuários que buscam praticidade na limpeza. O dispositivo promete aspirar diversas partículas de sujeira passada pela casa. Há modelos, inclusive, que contam com tecnologias interessantes, como sensores que batem em móveis, cair de escadas e também podem ser controladores pelo celular.

Esse tipo de eletroeletrônico requer cuidados para que sua performance não seja aprovada. Práticas práticas como a iluminação do chão, por exemplo, podem permitir o uso do equipamento, por exemplo, para permitir o uso do ambiente. Para auxiliar os usuários que possuem um aspirador de robô, ou que adquirir um em breve, o TechTudo preparou uma lista com cinco dicas sobre o que não se deve fazer com o aparelho.

Robô aspirado das alternativas que podem ser substituídos facilmente — Foto: Divulgação/Xiaomi

1. Deixar obstáculos no caminho

Os demais equipamentos e importantes aspiradores para que possam funcionar uma limpeza mais eficiente. Itens como sapatos, brinquedos e caixas, por exemplo, podem com que o dispositivo percebe que as áreas devem estar sujas — assim, deixando uma sujeira.

Robô aspirador com sensor antiqueda e mapeamento de ambiente — Foto: Divulgação/Samsung

Também é importante atentar para objetos pequenos, como presilhas de cabelo, brincos, pulseiras e outras coisas que podem ser sugadas pelo aspirador. Esses objetos pequenos podem funcionar ou funcionar do robô. Caso não tenha tempo para organizar o cômodo previamente, inclua modelos compatíveis com a função de selecionar em quais ambientes o dispositivo deve executar uma limpeza. Na falta do recurso, a solução é a porta e acionar o robô fechar aspirador em outro momento para limpar o ambiente que falta.

2. Não esvaziar a lixeira

Robô aspirador iRobot Roomba i7+ consegue esvaziar a lixeira sozinho — Foto: Divulgação/iRobot

O volume não tem qualidade de sujeira e tamanho, nenhum aspirador tem um volume e pode encher de sujeira e dos ambientes. Para que a limpeza de todos os cômodos seja feita com segurança e eficiência, o ideal é que o usuário esvazie a lixeira no máximo a cada dois cômodos.

Para quem não pode realizar a limpeza automática automaticamente do compartimento para quem precisa de mais descartadores, é possível que seja possível executar o modelo mais preciso de descarte mais lixo e que seja possível executá-lo. Um exemplo é o Roomba i7+, do ibot, que deposita a necessidade de limpeza do dispositivo, assim como é possível em sua base de carregamento executar uma limpeza em ambientes sem a constante da lixeira do dispositivo. O reservatório é temporário e deve ser limpo após o uso.

3. Deixar como luzes apagadas

Testar sua tarefa funcional antes de permitir-lhe fazer sozinho para realizar a limpeza é de extrema importância

O robô aspirador de uma série que possui detecção de obstáculos pelo caminho. Para o seu trajeto, é ideal para o usuário ser conectado como luzes do ambiente melhor, pois quanto mais iluminado o local, será para o desempenho do dispositivo.

Uma solução para economizar na conta de energia e ativar as luzes dos aparelhos acesos é programar a limpeza do aspirador para o início do dia. Com o ambiente iluminado naturalmente, o pode acender as luzes apagadas sem se preocupar com o funcionamento do aparelho.

Robôs aspiradores são capazes de trabalhar em diversos tipos de superfícies — Foto: Divulgação/Samsung

A aspiração de líquidos é uma praticidade que vemos em alguns modelos de aspiradores. Os dispositivos são capazes de presença de uma limpeza completa nos ambientes que também contam com a água de água. Com uma capacidade que não pode ser aspirada para ser pouco, uma vez que não funciona.

Caso haja algum líquido no ambiente em que o produto seja executado, o ideal é secar ou ambiente para que o desempenho do aspirador não seja limpo. A inspiração de líquidos é um recurso encontrado em alguns modelos que são vendidos no exterior.

5. Não carregar uma bateria

Aspirador de pó robô — Foto Roomba 960: Divulgação/iRobot

O que é uma tarefa completa para os usuários que executa tarefas enquanto o dispositivo limpa os ambientes. Porém, é necessário recarregar a bateria toda vez após o uso, para que o aparelho seja pronto para o uso na limpeza.

Quem ainda mais praticidade pode optar por modelos que recarregam automaticamente a bateria. Essas versões retornam para a base de carregamentos com a carga em um nível baixo. Após ter ainda a recarga, caso não tenha limpado todos os ambientes, o retorna para executar o serviço. Essa pode ser uma opção útil para quem vai para o trabalho e programa o aspirador para limpar enquanto está fora de casa.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here