As criptomoedas “to-earn”: um fenômeno da Web 3.0 – Opinião

0
57

Fonte: Getty Images

Um dos grandes fenômenos cripto em 2021 foi a ascensão dos tokens do play-to-earn.

Foram inúmeras as pessoas e negócios que foram montados ao redor da sua maior expoente, a eixo infinito.Não faltaram relatos de pessoas no Brasil 1. até mais00 por mês em países como Tailândia.

A ideia do Axie, que é um jogo que guarda bastante similaridade com o Pokémon, é de que, à que o seu Axie luta ou se reproduz, você vai mais tokens e o próprio “monstrinho” vai ficar mais valorizado no mercado secundário. O jogo também inclui a venda de “terrenos” que podem comprar e que futuramente também podem gerar renda.

O modelo de negócio por trás é o de quanto mais tempo você passará jogando, mais batalhas e reproduções do Axie você terá e, portanto, mais tokens e valor você ganhará, já que tudo isso pode ser transformado em token que você pode trocar por qualquer outra cripto ou até fiat.

Apesar do hype com o Axie ter passado um pouco e o token ter refletido isso no seu preço, ele ainda figura entre as 100 criptos mais valorizadas do mercado, entre mais de 20.000 existentes.

Com uma pequena mudança, o modelo está dando um parágrafo para o “ganhar dinheiro no celular“. Você ganha ganhos. medida, andando, dados, ganhos são acompanhados.

Um dos principais expoentes desse movimento está sendo STEPN, aplicativo da rede Solana que começou a ganhar tração há não mais de 2 meses. Como a demanda está enorme, eles estão controlando a quantidade de novos usuários e diários, e outros, estamos ainda na fila.

Como adoro andar de bicicleta, utilizo o STRAVA. Esse aplicativo me ajuda no acompanhamento das minhas metas de cclismo, para achar novos trajetos e tem também uma rede social.

Muito pelo contrário, tenho que pagar uma assinatura, obviamente que ele utiliza meus dados com relação a outros usuários para extrair valor dessa informação.

Saber que já está em teste um modelo onde eu vou receber pelos dados que disponibilizo é ótimo e é um dos grandes pilares dessa Rede 3.0 que está sendo criado. Não deve demorar para os modelos semelhantes irem atrás de aplicativos como o Waze, Moovit, Google maps, e outros, já que as semelhanças são muitas com esse modelo de move-to-earn da STEPN.

A questão é qual será o próximo “to-ganhar” que surgirá? Será que vamos ver um post-to-gan no Instagram ou tiktok?

Nessas duas plataformas de usuários podem monetizar somente através de terceiros (promoções e proagandas) que são relacionadas em termos de medida e usuários individuais, o que é para poucos usuários. E mesmo assim com muita fricção.

Em um modelo post-to-ganhar isso seria bem mais fácil e com muito menos fricção. Essa é uma grande maravilha da Web 3.0.

E que tal uma resposta-a-ganhar para responder pesquisas? E um aprender a ganhar dinheiro para conseguir nas escolas? Ou simplesmente uma competição que envolve digital e real em um tipo de caça ao tesouro-to-ganhar em uma cidade determinada?

Esses são apenas alguns dos modelos de negócios que podem, e alguns já estão sendo implementados, nessa nova Web 3.0 onde os pacotes já são nativos da plataforma. Uma mudança significativa que pode causar uma ruptura em inúmeras empresas e modelos de negócios que foram criados não há mais de 20 anos e que hoje dominam nossas vidas.

Instagram: @Fintrender
Twitter: @Fintrender
Lugar: www.fintrender.com
Facebook: @Fintrender
Youtube: @Fintrender
podcast: Fintech e novos investimentos

Link para usado nesse artigo e para quem quiser ir além:

Axie Infinity: como funciona e quais os riscos do jogo com criptomoedas e NFT

Sneaker NFTs e o movimento para vencer a mania

Web 3.0 ea migração do poder para o usuário

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here