Antes do julgamento, Bolsonaro garantiu a Silveira que o defenderia

0
34

[ad_1]

Antes do julgamento do STF, Jair Bolsonaro já havia garantido a Daniel Silveira que agiria em sua defesa caso fosse condenado. Nesta quinta-feira (24/4), o presidente perdoou, por um decreto, todas as penas impostas ao deputado pelo Supremo.

Bolsonaro disse a Silveira que ele não deveria se preocupar com o julgamento, mas o deputado pediu ao presidente para não fazer nada que o expusesse a desgastes.

A decisão de Bolsonaro, contudo, foi considerada inconstitucional e está sendo criticada em todas as esferas do poder. Partidos e parlamentares já entraram com pedidos no STF para anular o decreto.

Além disso, segundo juristas, o perdão de Bolsonaro configurou um crime de responsabilidade de acordo com o artigo sexto da Constituição Federal.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.



[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here