A Globo arma-se para a “guerra” e vai atrás dos eventos que perdeu

0
41

A partir de esportivos todos os erros ocorreram a partir de 20 principalmente20, quando começou a perder os direitos de transmissão de diversos eventos, eventos Libertadores, Fórmula-1 e Estaduais.

A partir dessa constatação, o grupo já decidiu que vai tentar recuperar tudo o que deixou escapar. Emissora dentro, há quem erga como mãos para os céus fato de não terem sido atualizados com a Fifa. Faltou pouco para a Globo perder até a Copa do Mundo do Catar.

O Brasileirão também. E não foi por falta de tentativas dos concorrentes. Alguns anos atrás, a Rede Record fez uma oferta de R$ 100 milhões por ano para Flamengo e Corinthians, um fim de ter o direito de transmissão dos jogos das duas equipes no Campeonato Brasileiro.

Isso representa uma rachadura na parceria da Globo com a CBF e com os demais clubes. Entretanto, apesar de a Record, na época, ter registrado em cartório a proposta, como diretorias de Flamengo e Corinthians negaram ter recebido uma oferta da Emissora.

No fundo, todos tinham medo de confrontar a Globo. Hoje já não existe mais esse temor. E a grande verdade conta de todos os erros que são verdadeiros, o grupo viu evaporar suas receitas comerciais. O pior é que tudo aconteceu por erro de estratégia, por falta de bom senso na avaliação das consequências.

Publico, ninguém assume nem os possíveis soluções por todos os erros apontados. Mas as decisões foram tomadas a serem tomadas em conta apenas que a empresa economizaria com os compromissos cada vez maiores que esses pedidos.

Só que, além da evaporação de mais de R$ 1 bilhão em publicidade, houve uma perda institucional que não pode sequer ser mensurada.

Por isso a Globo está agora partindo pra guerra, tentando recuperar tudo que perdeu nos dois últimos anos. Os seus vizinhos que se previnam.

Para acompanhar as atualizações da coluna, siga o “Futebol Etc” no Twitter; e também não Instagram.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e as notícias direto no seu Telegram? Entre não canal das metrópoles.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here