Você sabia que já existem motos voadoras? Verifique o valor

0
46

Motos voadoras já são uma realidade. Desenvolvida pela startup Ali Technologies, a moto chega a uma velocidade de até 80 km/he seu valor ultrapassa os 3 milhões de reais.

Motos voadoras já não pertencem apenas ao imaginário do que seria um cenário futurista, isso porque um fabricante dos modelos já se prepara para abrir capital no Japão. A Ali Technologies Inc. possui sede em Tóquio e é responsável por desenvolver a moto voadora XTurismo Limited.

Fabricante se prepara para IPO

A empresa nasceu em 2016, tendo sido fundada por Shuhei Komatsu, um fã de Star Wars e ex-operador de derivativos do banco de investimentos estadunidense Merrill Lynch.

inicialmente, a startup surgiu com a proposta de produzir drones, passando também a investir em projetos de inteligência artificial e blockchainmas foi apenas no ano de 2021 que desenvolveu o projeto da XTurismo.

Com o crescimento da Ali Technologies, diversas empresas japonesas escolheram uma companhia como a Mitsubishi, Sega Sammy e das Kyocera, além disso, uma estrela do futebol japonês ou jogador Keisuke Honda também é entusiasta da Ali.

Atualmente uma empresa se prepara para a abertura de capital. O Ali será então a empresa listada do Japão, com especialidade em mobilidade tecnológica, a negociação nas bolsas de Nova York com o IPO, o grande passo dado pela empresa encorajadora da bolsa da já negociada.

Conheça a XTurismo Limited

UMA moto voadora é da Ali é um veículo individual, quem pensar em adquirir o deve desembolsar US$ 777 mil, cerca de R$ 3,63 milhões, a XTurismo atingiu uma velocidade de até 80 km/h podendo viajar até 40 minutos por carga.

Outra informação importante é que o veículo não pode voar muito alto, a moto foi desenvolvida para ajudar na travessia de áreas difíceis. A XTurismo Limited funciona como um drone ampliado que possui um banco, além da direção de uma moto.

Até o momento, nenhuma pessoa saiu pilotando uma por aí, já que o veículo apenas tem aparições em eventos, contudo, existe um forte interesse de compra, principalmente em países do Oriente Médio. O objetivo da empresa é desenvolver uma espécie de sociedade de mobilidade aérea para que outros meios também pode dominar os ares.

O que você achou? Siga @fdrnoticias sem Instagram para ver mais e deixe seu comentário clicando aqui.

Hannah Aragão

Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de negócios para o portal FDR.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here