Queiroga oficializa fim de emergência sanitária da pandemia de Covid-19 no país; veja o que muda

0
40

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta sexta-feira de interesse nacional da pandemia da Covid-22. Essa condição reconhecia a gravidade da pandemia e dava base para políticas e medidas de autoridades de saúde nos níveis Federal, estadual e municipal.

O fim da emergência de pública um prazo de transição de 30 dias, para a saúde dos Governos Federal, estadual e municipal, ou terá a porta a valer em 22 de maio.

O ministro afirmou que a mudança de status não terá como recursos de diversas ações o porte para vigilância em saúde. “Mesmo que tenhamos casos de Covid-19, porque o vírus vai continuar circulando, se houver necessidade de atendimento na atenção e leitos de UTI, temos condição de atendimento”, declarou.

Quanto à manutenção da condição de pandemia (OMS), o titular da Pastaacrecentou que a portaria lida com a manutenção da emergência de saúde pública nacional, sem pandemia ou fim de pandemia.

Um Impacto chave do fim da emergência sobre as medidas de restrição e prevenção, como a obrigatoriedade do uso de máscaras, definição de estados e municípios. “O que muda é a questão de acordo com este tipo de gestor de liberdades individuais de medida. Não faz mais sentido de gestão urbana de medida.

Outro efeito da emergência será sobre a segurança de acesso para o local fechado. Oh, o crítico ministerial é extremamente necessário. Ele lembrou que 74% da população completaram o ciclo vacinal.

Sobre 223, o ministro que “ninguém sabe” como afirmou 2 anos contra o Covid-19. “Vamos vacinar só idosos, profissionais de saúde, vacinas? Qual resposta vacinal? Essa que temos, outra capacidade de combatente variante?

Sobre as vacinas e medicamentos autorizados em caráter de emergência pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o ministro disse que solícito a prorrogação da medida por mais um ano.

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, afirmou que a emergência de saúde pública não foi efetivada para transferência do Governo Federal para estados e municípios na modalidade “fundo a fundo”.

Leia também:
Conselhos de Saúde questionam fim ‘abrupto’ da emergência da pandemia

secretaria especial

A secretaria criada para o contraste à Covid-19 será extinta. Rodrigo Cruz afirmou que o tema será tratado “em alguma área no ministério”. O Saúde, Arnaldo Medeiros disse, que será um vírus encarregado em secretários.

Já o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros, informou que o ministério manterá ações de controle da doença e outros de síndrome respiratória aguda. “Manteremos vigilância de teste, síndrome de notificação obrigatória, genômica, da inflamação em crianças e adultos e vigilância de emergência pública”, declarado.

telemedicina

Sobre a telemedicina, está autorizado em caráter excepcional em razão da pandemia, Queiroga citou o Projeto de Lei nº 198 de 2020, que votou na Câmara dos Deputados. “Uma vez aprovada na Câmara, podemos editar uma nova portaria enquanto o Senado Federal se manifesta sobre esta proposta legislativa”, pontuou Queiroga.

crítico

Nesta semana, os conselhos de secretários de Saúde de Estados (Conass) e municípios (Conasems) questionam o fim da emergência e pediram um prazo maior, de 90 dias, em vez de 30 dias, para adaptação.

“Sob o risco de desassos à população, ao Ministério da Saúde que a solicitação da Portaria MS/GM nº88, de 3 de revogação da resistência20 seja20, estabeleça de 90 dias para sua transição e prazo pactuadas, Focados na determinação da síndrome da respiração e na elaboração de um plano diz que pode reiniciar e estratégias de controle com vigilância das respirações, síndrome das entidades respiratórias.

Na entrevista coletiva, Queiroga comentou a posição dos conselhos de secretários de saúde. “Eu vejo o secretário dos estados e o governador do DF já cancelei o estado do Rio de Janeiro. estadual e municipal se adéquem”, avaliou.

O Conselho Nacional de Medidas Seguras em Saúde para uma Nota Técnica em Medidas Futurais para uma Pandemia que São Medidas de Medidas Seguras Para Uma Medidas Seguras Para A Saúde % da população vacinável”.

Entre as medidas, o conselho, que reúne representantes do poder público, de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e entidades da sociedade civil, recomendando o uso de máscaras em ambientes fechados e com aglomeração. Outra ação “implementação pelo CNS é de verificação dos comprovantes de defesa, especialmente em situações de aglomeração”.

9 formas de transformar o seu Impposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here