Princesa de bateria do Tuiuti chega atrasada e não entra com bateria

0
122

Mayara Lima, a princesa da bateria da escola Paraíso do Tuiuti que viralizou nas redes sociaischegou atrasado em Sapucaí, na noite de sábado (23/4), e não conseguiu para entrar com os ritmistas no Setor 1.

“Peguei trânsito. A cidade está um caos e não consegui chegar a tempo. É uma pena, não foi como eu imaginei, mas não vou deixar isso me abalar. Minha avó morreu há duas semanas, isso mexeu muito comigo, e hoje estou aqui por ela. Pela minha escola e por ela”, disse.

2 para entrar no chegou ao local.

Mayara ainda tinha uma parte de sua fantasia rasgada quando estava na pista. Nas imagens capturadas pela reportagem da coluna LeoDiasque está neste sábado (23/4) na Marquês de Sapucaí, é possível ver que Mayara tenta arrumar um dos adereços de sua fantasia, que cobria as suas partes íntimas.

Princesa ovacionada e rainha ignorada

Enquanto a recepção do público nas arquibancadas e nas redes sociais para Mayara foi calorosa, a rainha de bateria da escola, Thay Magalhães, não ganhou a mesma atenção. Desde o anúncio de seu nome, Thay foi acusado de ter comprador ou carga na agremiação, de não ter um samba digno de uma realidade e de ofuscar Mayara Lima, passista da comunidade que desfila desde 2011 pelo Tuiuti.

“Eu não sou do samba. Estou estreando, estou atualizando e, o que posso dizer é que vou dar o meu melhor hoje. Estou nervosa, mas já fiz minhas orações em casa e sei que vai dar tudo certo”, afirmou.

Ainda na Sapucaí, ao ser questionada em maio de se diferenciar, ao ser questionada em 2000 desfilar próximo, Thay corresponde a que não tinha a intenção de dividir o ano. “Pra mim já deu. Não continuo na Tuiuti. Ano que vem você começará mais de baixo”, disse.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here