Não alimentem as iguanas! Pode causar diabetes

0
48

Não alimentem as iguanas!  Pode causar diabetes

As empresas da União da União Internacional como as empresas norte-americanas para a manutenção da conservação – The Company da Conservation of International

As uvas duas ilhas que fazem ameaças nestas espécies de turistas com que seus graus ainda nas Bahamas não são conhecidas para ameaçadas, um estudo publicado em sexta-feira (22).

Dezenas de lanchas atracam todos os dias nas praias de areia branca até das ilhotas do arquipélago de Exumas, atraindo as iguanas Cyclura cychlura, espécies herbívora e com 50 centímetros de altura.

+ Estudos ligam infecciosos por Covid-19 a risco maior de diabetes

Os grandes lagartos, que vêm a um desses passeios de “ecoturismo” em que são alimentados com uvas, são classificados, de acordo com a subespécie, entre “cachoráveis ​​e em perigo de extinção”.

Uma equipe de pesquisadores americanos estudou o efeito desse alimento no metabolismo dos animais.

Para isso, comparam o nível de glicose no sangue das iguanas com os animais da mesma espécie, mas que vivem em ilhotas cuja topografia impede o ecoturismo.

Os resultados de suas pesquisas em quatro populações de iguanas (duas opções alimentares com uvas e duas com alimentação natural) publicadas no Journal of Experimental mostram que “efeitos resultados” são observados em observações em turistas, que têm um nível de glicose no sangue mais alto.

Para ter certeza de que estavam se alimentando de uvas que essa hiperglicemia provocam, o experimento em laboratório com iguanas verdes comuns, uma espécie de uvas que obtiveram os resultados.

Os pesquisadores reconhecem que eles próprios não esta mudança no metabolismo é ruim para a saúde dos lagartos.

Mas “poderíamos chamar de diabetes se fossem humanos ou camundongos”, disse Susannah French, principal autora do estudo, à AFP.

Além disso, os pesquisadores já estão percebendo, os efeitos fisiológicos, por exemplo, nas amostras “em forma de charuto”, quando as iguanas têm sua dieta natural de plantas, mas muito mais líquidas com a contribuição de frutas.

Um estudo anterior já havia mostrado que as iguanas que vivem nas onde são maiores, mais pesadas e mais rápidas aos alimentos são rápidas do que co-específicos são expostos não turistas.

Os pesquisadores, que insistem que seu estudo não é uma obrigação ao turismo, querem cooperar com as operadoras de turismo para encontrar um plano sustentável, diz outro autor do estudo Charles Knapp.

Entre as pistas, o número regular de visitantes ou “o uso de outro tipo de alimentação”.


Saiba mais

+ Nova Montana: 3ª geração da picape da Chevrolet chega em 2023
+ Ômicron: Sintoma inesperado da emergência em crianças preocupações médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira uma previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Verificar o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identificação lula gigante responsável por naufrágio de navio 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here