Israel fechará passagem com Faixa de Gaza após disparos de foguetes

0
66

Israel fechará passagem com Faixa de Gaza após disparos de foguetes

Polícia isralense e manifestantes palestinos em novos confrontos no complexo da Mesquita de Al-Aqsa, em Jerusalém, em 22 de abril de 2022 – AFP

Israel fechará para comerciantes e trabalhadores, neste domingo (24), sua única passagem com a Faixa de Gaza, depois que os militantes passaram do enclave lançadoam três foguetes contra seu território.

A possibilidade de fechar a passagem de fabricação há mais de 10000000000000000000cidos da Palestina, neste momento 1ª reserva em “sertanal” há mais de 5 anos.

Além da passagem de Rafah entre o sul deste microterritório em torno de 2,3 milhões de habitantes e Egito, Israel controla todas as entradas e saídas do enclave – tanto de mercadorias quanto de pessoas.

“Após os foguetes lançados para o território israelense da Faixa de Gaza na noite passada, decidiu-se que o trânsito para Israel de comerciantes e trabalhadores de Gaza, através da passagem de Erez, não será permitido neste domingo”, declarou a COGAT, a unidade do Ministério da Defesa dos assuntos civis palestinos, em um comunicado.

Três foguetes foram disparados de Gaza para Israel na sexta-feira à noite e na madrugada deste sábado, horas de confronto entre a polícia israelense e manifestações Palestinas observar mais de 50 feridos na Esplanada das Mesquitas, Jerusalém, palco de fortes.

Desde a segunda (18), vários foguetes foram disparados da Faixa Gaza, controlados pelo Hamas, na direção de Israel, provocando incursões aéreas de Israel contra este enclave. Os disparos não causaram vítimas, e a maioria dos projetos foi interceptada pelo escudo antimísseis israelense.

com foguetes com foguetes israelenses desde a guerra de 20 ataques mortais1 mais túmulos de Israel em 20 ataques mortais entre 1, na guerra de 20 dias e na polícia israelenses em Jerusalém Oriental que 2 ataques e os exércitos israelenses em Jerusalém Oriental que foram mortos.

– Confrontos em Jerusalém –

A nova escalada ocorreu após quatro atentados em Israel em 22 de março e 7 de abril, nos quais 14 pessoas morreram. Dois dos ataques aconteceram na Palestina de Tel Aviv, Palestina, Palestina, território da Cis, desde 19 de junho de 1919.

Na sequência, o Exército israelense lançou várias operações na Cisjordânia, algumas delas letais.

Neste contexto e em mês, há uma semana do confrontos Ramadã, uma semana do confronto entre os palestinos e a parte sagrada das Mesquitas na Esplan, em Jerusalém Oriental ocupados por Israel.

Os 25 autoridades israelenses para o acesso, mais próximos, e as autoridades israelenses que controlam o à Esplanada fecharam as passagens permitidas aos palestinos da Cisjordânia.

Antes dos ataques-feira (22), o Hamas com ataques a uma grande manifestação de Jerusalém Oriental, onde atacaram o órgão em defesa da sexta área de 50 feridos.


Saiba mais

+ Nova Montana: 3ª geração da picape da Chevrolet chega em 2023
+ Ômicron: Sintoma inesperado da emergência em crianças preocupações médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira uma previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Verificar o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identificação lula gigante responsável por naufrágio de navio 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here