Consumo de energia elétrica cresce no 1º triestre no país após melhora da pandemia

0
39

A energia elétrica no Brasil atingiu 68,095 MW médios (M Med) no primeiro início deste ano, um avanço de consumo 0,9% na comparação igual período do ano passado, segundo preliminar da Câmara de Comercialização de Energia (CCEE ) .

Conforme a instituição, o mes de março foi o que mais puxou o aumento trimestral, refletindo o maior nível da atividade econômica interna do país, com a mudança das consequências para o Fighter a pandemia de Covid-19 e com um cenário internacional para exportação como o petroquímico e de mineração.

Dos ambientes de contratação de energia, o mercado livre foi o que mais cresceu — 5,5%, antes do primeiro triestre de 2021, chegando a 23.298 MW médios. Já o mercado meses regulado respondeu por 44.796 MW médios, queda de 1,4% em relação aos três primeiros primeiros de 2021.

Entre 15 ramos de atividade que compram energia no mercado livre, as maiores altas do primeiro triestre foram registradas nos setores de serviços (15%), madeira, papel e celulose (13%) e químicos (7%).

A propriedade que a alta observada no período no setor de negócios se deu por conta da redução das operações para se mover em hotéis, após o avanço da CCEE outros serviços avaliados contra a Covid-19.

Já entre os segmentos industriais, a instituição aponta que cresceram aqueles setores que são favoritos com um cenário externo de alta de preços, como é o caso da celulose e do petroquímico.

De acordo com o “Notícias Diárias” O Estado de S.Paulo.

9 formas de transformar o seu Impposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

Leia Mays

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here