O que se sabe sobre hepatite misteriosa em crianças da Europa e EUA

0
57

UMA Organização Mundial da Saúde (OMS) e autoridades da Europa e dos Estados Unidos investigar casos misteriosos de hepatite aguda grave lembranças em ao menos cem crianças de países diferentes.

O fato de os testes laboratoriais descartado o vírus da hepatite (tipos A B, C, D e E) como causador da inflamação no fígado dos pacientes intrigados os especialistas.

Não há momentos como principais hipóteses veriguadas são a inflamação tergido em consequência de uma infecção prévia, pelo Sar, que foi causada por um adenovírus.

Embora o papel do adenovírus e/ou Sars-Co-2 seja uma hipótese na outros fatores infecciosos e não sejam totalmente investigados “para avaliar e gerenciar o papelV risco”, divulgou a comunicado à imprensa .

Casos

Em 5 de abril, a OMS foi notificada de dez casos de hepatite de causa desconhecida na região central da Escócia. Os sintomas relatados foram icter, diarreia, vômito e dor abdominal, que resultaram na internação das crianças.

Três dias, depois mais 64 crianças foram diagnosticadas em outras regiões do Reino Unido. Seis delas evoluíram para quadros graves e precisaram por transplantes de fígado.

O Centro de Prevenção e Controle de Comunicações, na Quarta-feira (20/4), que Doença Europeia, Irlanda, Holanda e Espanha também casos casos em crianças com cidades entre 1 ano e 10 meses e 1 anos. Outros nove diagnósticos foram feitos nos Estados Unidos.

A OMS descreve que os casos mais recentes não foram registrados nos próximos dias, tendo em vista o aumento do diagnóstico nas últimas semanas.

O que é hepatite

Hepatite é um termo genérico para inflamações no fígado. As causas mais comuns para problemas são pelos vírus A, B, C D e E – mas o problema também pode decorrer de intoxicações alimentares, medicamentos, o outros vírus, bacterianas ou provocadas por outros vírus.

Os sintomas mais comuns são, mal estar, dor no corpo, diarreia, vômito, dor febre e icterícia – febre amarelada dos olhos.

Casos no Brasil

Foram identificados no Brasil e nos Estados Unidos ainda não identificados. A infectar Ana Helena Germoglio alerta que os pais e a comunidade médica devem estar atentos aos sintomas relacionados, bem como as autoridades sanitárias devem intensificar a vigilância entre epidemiológica uma vez que haja trânsito de grandes viajantes nos países e no Brasil.

“Mesmo que não há informações relatadas no Brasil, a informação é um alerta. Qualquer diagnóstico precisa ser apresentado ao hospital para ter o correto”, afirma a empresa médica.

Déficit imunológico

Como os casos aparecem depois do isolamento quando a circulação das pessoas se torna mais intensa, existe a possibilidade de o sistema de crianças mais vulneráveis ​​e que o sistema de infecções mais graves pode ser desenvolvido.

Os adenovírus são uma família de vírus bastante conhecida, eles costumam causar doenças respiratórias, incluindo dor de garganta, resfriado, bronquiolite e pneumonia.

“Depois dois anos de circulação de outros vírus. Agora estão voltando com a flexibil medidas contra a Covid, retornando outras doenças que estão voltando e podem retornar médicas mais intensas”, explicam outras doenças que estão voltando e podem estar médicas mais intensas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here