Dólar dispara acima de R$ 4,70 com temores globais sobre abordagem e política local – Money Times

0
48

O dólaràs 10:31 (de Brasília), o dólar à vista avançava 1,82%, a 4,7028 reais na venda (Imagem: unsplash/@alexandratimis)

O dólar chegou a saltar mais de 2% e superar com folga a marca de 4,70 reais nesta sexta-feira, impulsionado globalmente por apostas em maior agressividade do banco central dos Estados Unidos em seu a cautela, enquanto o noticiário político local elevava de investidores.

Às 10h31 (de Brasília), o dólar à vista avançava 1,82%, a 4,7028 reais na venda. Na máxima da sessão, a moeda chegou a tocar 4,7129 reais, alta de 2,04%. O real liderava as críticas no dia.

N / D B3às 10h31 (de Brasília), o contrato de dólar futuro do primeiro vencimento subia 1,67%, a 4,7120 reais.

Ó presidente do Federal Reserve, Jerome Powellna quinta-feira que um aumento de 0,5 ponto percentual nos juros estará “sobre a mesa” quando o Fed se reunir em maio, acrescentando que seria apropriado “agir um pouco mais rapidamente”.

O ampla aprovação de que banco central o comentário de aperto norte americano – a intensificação da dose de aperto norte-americano – consolidar da intensificação da dose imposto mais alta em quatro décadas – levou o índice do dólar contra uma cesta de rivais fortes a tocar uma máxima nesta sexta-feira, enquanto as divisões arriscadas dos pares do real, como rand sul-africano, dólar australiano e peso mexicano, caíam várias entre 0,7% e 1% no dia.

“A visão de que o Fed deve apertar o passo, que foi sustentada pelas autoridades mais reconhecidas no início, passou de forma ampla de aceitação. Com isso, o mercado já precifica pelo menos três altas de meio ponto (nos juros) nas próximas reuniões”, disse a XP em nota.

Juros mais altos nos EUA elevam a atratividade de se investir na extrema segurança da renda fixa norte-americana, o que tende a aumentar o ingresso de recursos na maior economia do mundo e, consequentemente, a economia do dólar.

Enquanto isso não Brasilinvestidores digerianos ou noticiário político mais tenso.

Na véspera, feriado de Tiradentes que os mercados locais isolados, o presidente Jair Bolsonaro promulgou um decreto concedendo perdão ao deputado Daniel Silveira por meio de uma “graça constitucional”, um dia depois de o Supremo Tribunal Federal condenar o parlamentar pelos crimes de coação no curso do processo e atentado ao Estado Democrático de Direito. A medida, vista por muitos como uma afronta ao STF, tem potencial de abrir nova crise com a cúpula do Judiciário.

Fernando Bergallo, diretor de operações da assessoria de câmbio Capital Social disse acreditar que, embora “inde esperarsejável”, no preço da política de câmbio local não está fazendo o que reflete principalmente os temores de juros mais altos nos Estados Unidos, e afirmou que o mercado já espera do mesmo dólar da mesma da moeda corrente das causas entre Bolsonaro e o STF.

Isso porque, última sessão, na quarta-feira, a moeda norte-americana à vista fechou em queda de 1,03%, a 4,6186 reais na venda, maior valorização percentual desde 4 de abril. É comum, depois de oscilações expressivas, não há ajustes no preço da divisão.

O dólar estava próximo de encerrar a semana de véspera, encerrado o feriado de véspera, em 4,69 dias próximo a quinta alta, depois a quinta reais. A semana passada também foi encurtada por feriado na sexta-feira.

Siga o Money Times no Instagram!
Conecte-se com o mercado e tenha acesso a conteúdos sobre seu dia como notícias que enriquecem! Sete dias por semana nas 24 horas do dia, você terá acesso aos assuntos mais importantes e comentados do momento. E ainda melhor, um conteúdo multimídia com imagens, vídeos e muita interatividade, como: o resumo das principais notícias do dia no Minuto Money Timeso Dinheiro vezes respondeem que nossos jornalistas tiram dúvidas sobre investimentos e tendências do mercado, e muito mais. Clique aqui e siga agora nosso perfil!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here