Bumbum perfeito: veja quais são os tratamentos não cirúrgicos

0
40

Não é beleza segredo para ninguém que os padrões de não são éticos. Isto é, com as mudanças na economia e nos valores da sociedade que temos, novas características são belas. Recentemente, nas últimas décadas, mostramos a mudança drástica em pessoas que podem atrair pessoas avantajadas e até seus avantajados e até seus a tamanho deles. Contudo, para ter o buum perfeito, não é necessário recorrer às cirurgias plásticas não seja sua vontade.

Com a moda de ter um bumbum redondo, grande e empinado, em grande parte por conta da família Kardashian e da fetichização de corpos curvilíneos, a procura por procedimentos cirúrgicos aumentou em todo o mundo. No Brasil, a preferência por bumbuns perfeitos é ainda maior.

Isso, investigação da área de atenção a muitos procedimentos para dar à população desejada. Afinal, nem todo mundo quer ou tem condições de ir até o centro cirúrgico para acordar com um corpo novo. Dessa forma, hoje em dia, o mercado estético oferece uma variedade de opções.

Assim sendo, compilamos uma lista de métodos invasivos que garante aquele efeito, mas menos invasivo, que é o efeito de bumbum empinado. De acordo com o especialista em estética Pedro Mancini, os dois procedimentos em alta no momento são o Sculptra e Radiesse, que consistem em injeções de preenchimento dérmico.

“Os dois produtos são bioestimuladores de colágeno, o Radiesse é a hidroxiapatita de cálcio e o Sculptra é o ácido polilático, são duas substâncias, mas que agem da mesma forma não fibroblasto, estimulando a produção de colágeno por até 24 meses”, explica Mancini .

Procedimentos estéticos empinam bumbum

Reprodução

Esses procedimentos não são tão definitivos quanto uma cirurgia. No entanto, Dr. Pedro afirma que os bioestimuladores proporcionam ótimos resultados com aspecto natural.

“Com eles melhoram o formato de qualidade em maior proporção, quanto mais importante, a partir da pele, deixam o formato mais tonificado e geral, quanto na textura”, garante ele.

Escultura ou Radiessa

Se o assunto para qualidade e ótimos resultados, ambos os procedimentos para bumbum empinado são boas escolhas. Porém, existem algumas diferenças entre eles que devem ser na hora de escolher qual procedimento fazer.

Dessa forma, no caso do Sculptura, você tem mais volume no glúteo. Já no caso do Radiesse, você tem maior densidade da pele. Contudo, isso varia de acordo com a pessoa, conforme explica Dr. Mancini.

“É importante tanto o médico quanto o paciente vejam o corpo e testem os dois com intervalos entre as sessões para o paciente ver com qual dos procedimentos.

Como funciona?

No caso dos procedimentos estéticos de bumbum, é necessário realizar um determinado número de sessões para alcançar o tão sonhado bumbum. Dessa maneira, isso é algo variável, devendo ser estipulado pelo médico de acordo com o paciente. Entre os fatores que atendem ao número de atendimento.

“No geral, indico pelo menos três sessões intervaladas em 30 dias, que é um tempo em que vemos uma resposta boa de produção de colágeno”, diz. Com isso, os resultados são perceptíveis em cerca de quatro semanas, que é o tempo que precisamos para produzir como fibras de colágeno. Quanto mais sessões, maior a estimulação de colágeno e melhor resultado.

“Além de tudo, os dois são quase indolores e você pode retornar imediatamente à sua vida diária depois. Não tenho um paciente que não tenha gostado do procedimento com Sculptra e Radiesse, isso eu falo com propriedade total, porque o resultado fica natural e bonito. Então, para pessoas que malham, ou mulheres de meia idade, os bioestimuladores de colágeno são a cereja do bolo”, finaliza o médico.

Fonte: Metrópoles

Esse conteúdo Bumbum perfeito: veja quais são os tratamentos não cirúrgicos foi criado pelo site Fatos Desconhecidos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here