OMS recomenda antiviral da Pfizer para covid-19

0
32

OMS recomenda antiviral da Pfizer para covid-19

Estudos da Pfizer, que mostram o Paxlovid, reduzem o risco de hospitalização, indicaram a OMS/AFPrquivos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendau nesta sexta-feira (ainda quinta, 21, no horário de Brasília) o uso do antiviral Paxlovid do laboratório americano Pfizer para pacientes com covid-19 com sintomas leves, mas com “maior risco de hospitalização” ”.

No entanto, o órgão da ONU se mostrou “muito preocupado” porque, como já aconteceu com vacinas, os países de menor renda terão dificuldade para acessar esse medicamento.

Especialistas da OMS falaram que “recomendam” principalmente uma combinação da Pfizer de nirmatrelvir e ritonavir. “É a droga de escolha” para pacientes não vacinados, idosos ou imunossuprimidos, segundo um artigo publicado no British Journal of Medicine.

Para esses mesmos tipos de pacientes e sintomas, a OMS fraca vir uma vez, que havia desaconselhado até então então.

Ainda assim o Paxlovid deve ser relacionado com a relação ao remdesivir, à molnupiravir da Merck, que deve priorizar a organização da organização.

“É crucial evitar que as pessoas desenvolvam uma forma grave da doença ou morram. E a prevenção é uma chave para prevenção”, declarada a. Janet Diaz, chefe da equipe clínica responsável pela resposta à pandemia em Genebra.

O Paxlovid mais o número de hospitalizações do que as alternativas, tem menos riscos potenciais do que o que o é mais de gerenciamento do que as opções intravenosas, como remdesivir ou antiviral tratamentos com facilidade, explica a OMS

Como cerca de pacientes de escolha em dois ensaios com pacientes.

As mulheres valem para maiores de 18 anos e não se aplicam a mulheres grávidas ou lactantes. Nem para pacientes com risco de complicações porque os efeitos positivos são baixos.

Os especialistas se abstiveram de emitir conselhos para pacientes com formas graves da doença devido à falta de dados.

A OMS se certificará de um teste rápido e de um médico necessário para o diagnóstico e um médico necessário.

O Paxlovid, por exemplo, é administrado por via oral durante cinco dias e, mais importante, menos de cinco dias após o início dos sintomas.

A OMS também é mais transparente à Pfizer que seja mais transparente sobre a disponibilidade de seu comprimido e expanda sua licença para que possa ser e ser mais genéricos.


Saiba mais

+ Nova Montana: 3ª geração da picape da Chevrolet chega em 2023
+ Ômicron: Sintoma inesperado da emergência em crianças preocupações médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira uma previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Verificar o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identificação lula gigante responsável por naufrágio de navio 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here