Elon Musk apresenta plano de US$ 46,5 bilhões para comprar Twitter

0
56

A especulação sobre como Elon Musk levantaria os US$ 43 bilhões de ofertas para a compra do Twitter chegou ao fim. Nesta quinta-feira (21), o CEO da Tesla o plano de financiamento à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA. O bilionário pretende levantar US$ 25,5 bilhões em US$ 21 bilhões em dinheiro financeiro em pessoal, somando bilhões, US$ 46,5, montante que permitiria ao homem mais rico mundo a do negócio. No entanto, os acionistas da rede social ainda não responderam formalmente à oferta de Musk.

Fonte do dinheiro

Segundo a proposta de financiamento de dívida permanente por duas cartas de compromisso de Morgan Stanley Senior Funding. Nelas se banco comprometer um destino, de US$ 5 bilhões e os 21 bilhões de US$ 21 bilhões seriam seguros pelo próprio empresário.

publicidade

O registro não lista nenhum parceiro de capital e toda a dívida seria no nome de Elon Musk. Vale lembrar que o bilionário adquiriu, recentemente, 9% de participação no Twitter ao valor de US$ 2,9 bilhões.

Uma porta-voz do Twitter confirmou que a empresa recebeu uma revisão de Musk e disse que realizará uma revisão “cuidadosa e abrangente”.

“Estamos recebendo uma proposta atualizada e não vinculativa de Elon Mus, que fornece informações adicionais sobre a proposta original e novas informações de financiamento”, disse o porta-voz.

“Conforme anunciado e comunicado diretamente ao Sr. .

Leia mais:

Ceticismo X Especulações

Uma oferta generosa de US$ 43 bilhões feita por Musk para comprar o Twitter gerou inúmeras especulações e até mesmo ceticismo nos últimos dias.

Especialistas feitos de k e chegarem a alegar que dificilmente o empresário conseguiria o, tendo a vista a maior parte vinculada a ações da Tesla.

Segundo o Índice de Bilionários da Bloomberg, Elonus Musk tem uma fortuna pessoal estimada em US$ 249 bilhões, mas a maioria em ações, o que deixa os bancos cautelosos por conta das oscilações dos preços.

elon musk twitter
Comprar o Twitter se transformou em uma verdadeira obsessão para Elon Musk, mas o negócio não será tão fácil de ser concretizado. Imagem: Rokas Tenys/Shutterstock

Missão complexa

Apesar da garantia do financiamento, a compra do Twitter não será fácil. Isso porque o conselho do microblog já anunciou medidas restritivas para impedir o negócio a curto prazo em um plano que ficou conhecido como “pílula de veneno”.

O plano proíbe a compra de mais de 15% por qualquer acionista e visa proteger uma empresa de ofertas hostis, como realizada por Musk.

A medida no dia 14 de expiração de 2023, o interesse do futuro da rede social em um cenário em um cenário em certo, inclusive com as especulações de outras empresas que podem ter o futuro na compra, como MicrosoftAmazon e o fundo de capital de risco Thoma Bravo.

Confiança em alta

Mesmo com as dificuldades Musk mantém a confiança na aquisição do Twitter. Inclusive, ele é apresentado em carta os motivos que evidenciam a importância do negócio.

“Investi no Twitter acredito porque em seu potencial para ser uma plataforma de liberdade de expressão em todo o mundo e acredito que a expressão é um imperativo social para uma democracia em funcionamento. O Twitter tem um potencial extraordinário. Eu vou desbloqueá-lo”, escreveu Musk.

Através da: A Beira

Já assistiu aos nossos novos vídeos no Youtube? inscreva-se no nosso canal!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here