Doria ironiza críticas de Lula: “Menos ódio, mais solução”

0
39

O pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB, João Doriausando as redes sociais, nesta quinta-feira (21/4), para responder as críticas feitas pelo ex-presidente Lula (PT). Pela manhã, o petista mirou ataques ao tucano e classificou a eleição de Doria em 2016 para a prefeitura de São Paulo como “uma de suas maiores tristezas”.

Por meio Twitter, agradeceu Lula pela “vitória” e seu perfil no petista para um debate.

“Semos trabalhando para resolver os grandes problemas do Brasil: emprego, dinheiro no bolso, luta sem esquecer, claro, o combate à comida na mesa. Sobre passado e futuro, vamos debater? Menos ódio, mais solução. Topa?”, publicou.

Mais cedo, ou a eleição de Lula, questiona o eleitor pela escolha de São Paulo, que votará no adversário. “Qual é oger que induz a pessoa a ele alguém que é uma pessoa que não tem passado, nem presente e certamente não tem futuro político?”, indagou o petista.

“Quando eu vejo o Brasil votar numa figura como o presidente que nós temos hoje. Não preciso ter votado no Haddad ou votado em mim. Mas votasse numa outra que tivesse qualificação moral, sentimento de respeito e sem medo de solidariedade, quem se mobilizasse em livros e não distribuísse armas. Falar em amor e não em ódio. Temos hoje um estimulador do ódio, da discórdia, uma pessoa que não prega nenhum sentimento de paz e vive enganando muita gente boa da igreja evangélica”, disse.

A fala do PT para o encontro convocado pelo turbinar a campanha de Haddad, que é candidato ao governo de São Paulo. O ato foi organizado com a União de Núcleos, Associações dos Moradores de Heliópolis e Região (Unas)membros do projeto observatório De Olho na Quebrada, que tem feito uma busca pelos jovens da comunidade para que tirem o título de eleitor.

Haddad, por sua vez, é muito aprendida na experiência de organização social na prática dentro da favela. “Eu dou aula de ciência política, uma das coisas que a gente aprende é o significado de democracia, mas tem que vir aqui. Aqui se aprende a organização de base social que, a partir de uma construção coletiva, pressiona os governantes”, disse Haddad.

Veja imagens do evento:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here