Banco pode tomar a minha casa ou o meu carro para pagar as dívidas?

0
33

Com milhares de brasileiros endividados, muitos estão apreensivos de terem seus bens penhorados pelo Banco.

Em suma, essa é uma dúvida para quem tem imóveis e carros no seu nome. É válido que qualquer instituição financeira tem autorização para cobrar como dívidas de quem não conseguiu cumprir como suas responsabilidades financeiras.

Ou seja, se você não pagar as suas contas com cartões de créditofinanciamentos e cheque especial, o banco pode sim, encontrar meios de fazer você pagar por isso.

Além disso, as taxas de juros sobre os atrasos são altas e levam a pessoa a enfrentar uma verdadeira bola de neve. Diante disso, será que o banco pode tomar a sua casa ou carro para pagar as suas dívidas? Descubra a seguir.

É que você provavelmente também gosta:

4 bancos brasileiros ficam entre os 10 mais rentáveis ​​do mundo

3 dicas importantes para aumentar score na Serasa

Criador do banco Inter perde metade de sua fortuna

Banco pode tomar a minha casa ou o meu carro para pagar as dívidas?

Em suma, quem não consegue pagar as suas dívidas pode parar na justiça se o banco entrar com um pedido. Entretanto, a grande maioria entra em contato por telefone, para tentar chegar a um acordo. Caso a pessoa não consiga chegar a um acordo com o banco, ele pode sim, perder os seus bens.

É aqui isso, pois, caso o banco entre na justiça e ganhe a causa, a pessoa pode perder o que tem em seu nome para poder pagar a dívida. Porém, isso pode levar anos para acontecer. O recurso judicial visa o pagamento do débito. E se a pessoa não tiver dinheiro, o juiz pode autorizar o banco a tomar os bens do devedor.

Assim, pode haver uma transferência dos bens para o banco, como forma de pagamento da dívida. Embora o banco possa tomar esses bens, existem itens impenhoráveis ​​pela Justiça por várias razões.

Sendo assim, confira abaixo, o que não pode ser penhorado:

  • Casa ou apartamento que é moradia da família do devedor;
  • Automóvel que serve para a sobrevivência de quem deve a instituição;
  • Justiça tem direito a pensão apenas uma parte pequena do salário, aposentadoria e pensão;
  • Imóvel tombado ou público;
  • Casa ou apartamento que é moradia da família do devedor;
  • Valores de poupança desde que não passam de 40.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Imagem: Sam Wordley / Shutterstock.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here