A Natura (NTCO3) terá lucro de R$ 222 milhões no 1T22, diz XP Investimentos – Money Times

0
49

Natura NTCO3
Dinâmica macroeconômica vai atrapalhar a Natura (Imagem: Diana Cheng/Money Times)

UMA Natura (NTCO3) terá um prejuízo de R$ 222 milhões no primeiro trimestre de 2022estimam analistas da XP Investimentos em relatório enviado aos clientes na noite desta última quarta-feira (20).

“Em suma, esperamos resultados fracos no 1T222 devido a um efeito macroeconômico ainda de desafio, desafios de acordo com apenas um desafio de conflito entre a Rússia e a Avon da demanda começar a dar os frutos no 2S22 e o impacto negativo da avaliação no 2S22 e o negativo da avaliação do real nas operações internacionais”, afirmam Danniela Eiger, Gustavo Senday e Thiago Suedt, que assinam o relatório.

Eles já esperavam um resultado abaixo das expectativas do comentário do mercado e um primeiro semestre de 2022 muito difícil para a empresa, com uma receita líquida 14,5% menorR$ 8 bilhões.

O Ebitda ajustado da empresa deve desabar 45,8% e sair dos R$ 963 milhões do primeiro trimestre de 2021 para R$ 522 milhões em 2022. A margem Ebitida deve ficar em 6,5%.

Os especialistas acreditam que os resultados mais concretos da continuidade da Avon – o principal da tese – virão só para o segundo semestre de 2022.

Na véspera, as ações da Natura teve a maior queda do Ibovespa após desabarem 15,58% e fecharam o pregão a R$ 21,35.

Segundo o analista do mercado da Vitreo, Filipe Fradinho, a queda de ontem estava relacionado com as expectativas do mercado da Vitreo sobre o resultado financeiro da companhia.

Natura na América Latina

Eles estimam uma queda de 10% na receita líquida da Natura na América Latina, chegando a R$ 4,7 bilhões, com o crescimento da Natura Brasil de 3,5%.

“A 10% de 10% a comparação com o mesmo período do ano passado é uma queda difícil, visto no primeiro trimestre de 2021 as vendas provavelmente 12,6%”, Send explicam E,ay e Suedt.

Outro ponto levantado por eles, é que o valor estimado por eles não será suficiente para compensar o desempenho da Avon América Latina 1%, a conversão do impacto da América Latina ainda será suficiente para a redução da Natura América Latina, com baixa de 9%.

“Quanto à rentabilidade, estimamos uma margem bruta relativamente estável (-0,5p.p A/A) com margem EBITDA com queda de -2,5p.p A/A (em 8,6%), já que a margem da Avon deve permanecer em território brasileiro”, dizem.

Isenção de responsabilidade
O Tempos de dinheiro publicacao de cunho jornalistico, que visa a democratizacao da informacao. Nossas publicações devem ser compreendidas como boins divulgadores e não como divulgadores de investimentos.

Siga o Money Times no Instagram!

Conecte-se com o mercado e tenha acesso a conteúdos sobre seu dia como notícias que enriquecem! Sete dias por semana nas 24 horas do dia, você terá acesso aos assuntos mais importantes e comentados do momento. E ainda melhor, um conteúdo multimídia com imagens, vídeos e muita interatividade, como: o resumo das principais notícias do dia no Minuto Money Times, o Money Times Responde, em que nossos jornalistas tiram dúvidas sobre investimentos e tendências do mercado, e muito mais . Clique aqui e siga agora nosso perfil!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here