Criptos hoje: Bitcoin recupera US$ 40 milhões, mas pode voltar a cair; cripto move-to-ganhar dispara 40% e PL é pautado no Senado

0
62

Após dia de queda que pagou os ganhos do mês de março, o Bitcoin (Bitcoin). Nesta manhã, uma criptomoeda se recupera e volta a operar acima de US$ 40 milhões, com salto de 4,3% nas últimas 24 horas. Às 7h15, foi negociado um valor de US$ 40.703.

O Ethereum (Ethereum). O preço da segunda maior cripto do mundo, portanto, parece seguir a mesma dinâmica de antes, influenciada principalmente pelo desempenho do Bitcoin.

Até onde criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nos preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistente e receba a newsletter de criptoativos do InfoMoney

O recuo de segunda-feira (18) coincidiu com o fim do prazo para a declaração do imposto de imposto nos Estados Unidos, o que teria de rendadoinvestidores a líquidos estimulados com menos o objetivo de declarar posse de criptoativos às autoridades.

No entanto, os analistas não pensam que o Impacto dessas Liquidações tenha sido tão grande a ponto de provocar uma queda de cerca de 17% do Bitcoin desde o passado. O preponderante preponderante não tem um momento para investir ainda mais em ser dos juros estimados nos EUA que redução do balanço patrimonial do Federal Reserve mais momentos ainda mais cheios dos ativos considerados.

Portanto, apesar de salto prazo hoje, especialistas não estão animados com o movimento agora de preço das criptomoedas, e apostam cada vez mais que qualquer subida de curto prazo tende a ser uma preparação para uma queda mais profunda que ainda está por vir. O avanço do Bitcoin, por exemplo, dentro de um intervalo de preços que equivale a um movimento lateral.

“Em ativos digitais, um mercado de lado éfrequentemente visto como um mercado está, deve estar caindo se não está subindo”, escreveu Dorman, de gestor de investimentos da criptomoeda de fundos de fracos Arca, em um boletim divulgado hoje. “Traders intediados nos mercados de ativos digitais tornam-se impacientes, ou que levam a muita pressão de uma vez,” disse Dorman.

Em recentemente, durante o player abaixo, ou durante a fase de criação de vários modelos de resistência, cada vez mais difícil de acreditar que o preço irá avançar. subir com força. O mais provável, afirmado, é que o BTC se recupere nos próximos dias para menos de US$ 40 milhões, com o próximo alvo possivelmente em cerca de US$ 47 milhões.

Disso, a perspectiva de longo prazo para a criptomoeda permanece otimista para quem acompanha o mercado de perto, e nem a queda de mais de 40% desde a perspectiva máxima de US$ 69 mil Apesar de afastar o investidor com olhar de mais longo prazo.

“A história mostra que você tem um apetite de risco e estômago para aguentar a volatilidade, em menos de dois anos, no geral, [o investimento em Bitcoin] se paga mesmo que você compre no pior momento”, afirmou Alexandre Ludolf, Diretor de Investimentos da QR Asset, Cripto+ Entrepreneur.

  • Assista: Até quando vai a queda do Bitcoin e das criptomoedas?Resposta do especialista

Apesar do cenário incerto para Bitcoin, altcoins o ganho e algumas conquistas mostram certa independência do desempenho das principais criptomoedas do mercado. O destaque do dia é novamente a Stepn (GMT), um cripto de um projeto que paga o usuário que pratica exercícios físicos. O token dispara XXX nas últimas 24 horas.

Além disso, após de forte queda, a Terra (LUNA) sobeXXX hoje em meio à forte adesão à Terra USD (Universidade Americana de Ciência e Tecnologia), que ultrapassou a Binance USD (USD/USD) e se tornou a terceira maior stablecoin. A emissão de UST reflete na queima de LUNA, retirando unidades da moeda do mercado.

Confira o desempenho das principais criptomoedas às 7h15:

Cryptoptera Presso Variação nas últimas 24 horas
Bitcoin (Bitcoin) $ 40.703,56 +4,3%
Ethereum (Ethereum) $ 3.043,38 +4,5%
Moeda Binance (BNB) $ 420,36 +4,6%
Ondulação (Ondulação) USD 0.770.341 +4,4%
Solana (Sol) $ 101,89 +5,3%

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

Cryptoptera Presso Variação nas últimas 24 horas
Estevão (GMT) $ 3,28 +41,7%
Ações Frax (FXS) $ 34,81 +17,2%
Corrente de Thor (runa) $ 8,59 +16,4%
Terra (Lua) $ 89,97 +14,5%
Zerocoin (ZEC) $ 157,66 +14,7%

As criptomoedas com as maiores quedas nas últimas 24 horas:

Cryptoptera Presso Variação nas últimas 24 horas
Cadeia (XCN) $ 0,109110 -2,1%
pilha (STX) $ 1,21 -1,2%

Confira como fechar os ETFs de criptomoedas no último pregão:

ETFs Presso Variedade
Índice de hash NCI (Hash 11) 34,68 reais +0,96%
Hashdex BTCN (BIT11) 44,55 reais -1,65%
Hashdex Ethereum (ETHE11) 41,80 reais -0,11%
Hashdex DeFi (DEFI11) 41,50 reais +8,63%
Plataforma de contrato inteligente Hashdex FI (WEB311) 48,50 reais +24,83%
Código QR Bitcoin (QBTC11) 12,05 reais +0,83%
Éter QR (QETH11) 10,11 reais -2,12%
Código QR DeFi (QDFI11) 6,87 reais +0,14%

Veja as principais notícias do mercado cripto desta terça-feira (19):

Exchange Bitso contrata novo executivo para operação brasileira

A exchange de criptomoedas mexicana Bitso anunciou ontem a contratação de Thales Araújo de Freitas para o vaga de gerente nacional de sua operação no Brasil.

Antes de ingressar na Bitso, Freitas como country manager no Brasil6, uma plataforma internacional de transferência de dinheiro com sede no Chile. Anteriormente, ocupou cargas de liderança no Citibank e no HSBC.

O executivo com uma tarefa desafiadora de tornar a Bitso a maior exchange de criptomoedas do Brasil até o final de 2022, conforme a empresa recentemente ao CoinDesk.

Nos últimos seis meses, a Bitso dobrou sua base de usuários no Brasil, mas não detalha o número de clientes que tem cadastrado no país.

Como uma das estratégias de crescimento, cripto aposta na contratação de mais pessoas no Brasil e na viabilização de compra de ingressos de futebol com criptomoedas. A empresa, vale lembrar, é uma das patrocinadoras do São Paulo Futebol Clube.

A exchange tem mais de 4 milhões de usuários do mercado nacional e por México, Brasil, há mais de 4 milhões de usuários do mercado nacional, que há pouco mais de 4 milhões de Bitcoin no mercado de 3,4 milhões. O CEO da exchange brasileira, Reinaldo Rabelo, disse em evento ontem que a empresa começará a expansão na América Latina por meio de aquisições.

PL que regula criptomoedas é pautado no Senado

O Projeto de Lei 3825/209, da autoria do senador Flávio Arns (Podemos-PR), que trata da regulação do mercado de criptomoedas no Brasil, foi pautado para a sessão de hoje do plenário do Senado Federal.

Agendado anteriormente para semana passada e adiado para esta semana, o PL traz como mudanças de última hora um artigo que sob a alçada da Comissão de Valores Mobiliários a Colocação de Ofertas Públicas de Criptoativos “que gerem direito de participação, de parceria ou de remun , de prestação de serviços, inclusive de empreendimentos de empreendimento advêm ou de”.

Além disso, reforça a separação dos fundos de troca, deixando como criptos dos clientes das empresas pertencentes aos usuários e não podem, por exemplo, ser usado como garantia para o texto de garantia ou ajuste nas empresas porra.

Segundo especialistas, o PL é um bom primeiro passo rumo a uma regularização mais ampla do mercado de criptos no país.

Se aprovado no Senado, o PL segue para a Câmara dos Deputados. Caso não haja nenhuma solicitação de alteração, o projeto então segue para sanção presidencial.

(Mais informações em breve)

Até onde criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nos preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistente e receba a newsletter de criptoativos do InfoMoney

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here